Projeto Guri oferece 30 cursos gratuitos de música

Mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é considerado o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão.

Os interessados em fazer parte do Projeto Guri no primeiro semestre de 2019 podem realizar as inscrições a partir do dia 28 de janeiro nos polos de ensino do interior e litoral de São Paulo. São mais de 30 cursos gratuitos de música voltados para crianças, adolescentes e jovens de 6 a 18 anos incompletos.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Projeto Guri (@projetoguri) em

A iniciativa, mantida pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, receberá o cadastro de novos alunos até o dia 22 de fevereiro de 2019, podendo variar o período em alguns polos.

Para se matricular, os candidatos devem comparecer a uma unidade que desejam estudar, acompanhados pelos responsáveis, portando RG ou certidão de nascimento e comprovante de matrícula escolar e/ou declaração de frequência escolar.

Vale lembrar que não é preciso ter conhecimento prévio de música, nem possuir instrumentos ou realizar testes seletivos. Os endereços dos polos estão no site www.projetoguri.org.br.

Quando o guri cresce e já está pronto para bater asas e sair tocando e cantando por aí, é hora de juntar o talento, o aprendizado e a vontade de mergulhar numa imensidão de notas e estimulá-lo a fazer parte de nossos Grupos de Referência.

Esta é a oportunidade para jovens em estágio mais avançado de aprendizagem de aprimorar seu conhecimento musical, melhorar suas técnicas, refinar seu repertório e participar de diversas atividades e eventos que proporcionam a troca de experiência com estudantes de diferentes polos, músicos e regentes de grande destaque nacional e internacional. Além disso, é o momento de deixar de seguir para serem seguidos, tornando-se exemplo para os guris em desenvolvimento.

A iniciativa é realizada a partir do Programa de Incentivo da Amigos do Guri, que visa investir no aprimoramento e expansão de cada aluno do Projeto. Dentro disso, grande parte dos integrantes dos Grupos de Referência recebem, mensalmente, uma bolsa auxílio que garante sua participação nos ensaios e atividades realizadas pelos grupos.

Os Grupos de Referência, como parte do Programa de Incentivo, representam mais um passo na direção do estímulo à profissionalização dos alunos e ex-alunos que desejam seguir o coração e colocar em prática seus sonhos musicais.

Se você já deu início a esta trilha e está bastante afinado, não perca esta chance!

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Projeto Guri (@projetoguri) em

Saiba mais:

Mais de 49 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o Estado de São Paulo. Os quase 340 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Amigos do Guri, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social.

A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu cerca de 650 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

The following two tabs change content below.

Sam Shiraishi

Cristã, jornalista, mãe de Enzo, Giorgio e Manuela, casada com Guilherme. Paranaense que caiu de amores pela Mooca em 2005. Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena.

Latest posts by Sam Shiraishi (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *