33 Etecs passaram a ofertar o M-Tec

Tem famílias aí com filhos chegando no Ensino Médio? Eu tenho um que já está terminando o Médio e outro calouro de universidade federal, ex-aluno de uma ETEC paulistana. Eu mesma fiz curso técnico no ensino médio (CEFET-PR) e sempre recomendo essa modalidade para quem já sabe o que quer fazer depois ou, até, como foi no meu caso, para testar o que gosta e decidir se é o caminho certo.

Se você mora em São Paulo, como eu, pode ir acompanhando o trabalho do Centro Paula Souza (CPS), que cuida das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs). Neste ano, 33 Etecs passaram a ofertar o Ensino Médio com Habilitação Técnica Profissional (M-Tec), onde o estudante cursa em um único período disciplinas da grade curricular comum e do curso técnico de escolha.

No Vestibulinho do primeiro semestre de 2018, os candidatos puderam optar entre Administração, Cozinha, Hospedagem, Logística, Nutrição e Dietética, Programação de Jogos Digitais, Química, Recursos Humanos, Serviços Jurídicos e Serviços Públicos. São cursos de 2.800 a 3.000 horas, diluídas em três anos de estudo.

Já para o segundo semestre, mais de 50 escolas optaram pela modalidade, chegando a quase 4 mil vagas no último processo seletivo. O curso mais concorrido, de Administração na Etec de Guarulhos, chegou à demanda de 32 candidatos por vaga. Os dados anuais serão comparados para adequar o processo de implantação dessas novas alternativas.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Centro Paula Souza (@centropaulasouza) em

Ainda no primeiro semestre, 395 vagas foram criadas para o Ensino Médio com Qualificação Profissional, em que a carga horário da matéria profissionalizante é menor, de 600 horas, habilitando o aluno a exercer algumas funções no mercado de trabalho, como Administrador de Banco de Dados, Assistente de Recursos Humanos e Auxiliar Administrativo/Finanças/Marketi
As novas opções são complementares, e não substitutivas, ao que já existia no Centro Paula Souza. O Ensino Médio Regular e o Ensino Técnico integrado ao Médio – o aluno passa manhã e tarde na escola – continuam sendo oferecidos. Cabe às unidades de ensino avaliar e escolher o que melhor atende suas necessidades e de sua comunidade local, com constante acompanhamento da Unidade de Ensino Médio e Técnico do CPS.

Ampliou-se em 2018, com os novos ensinos médios, a parceria com a Secretaria da Educação estadual.

O CPS está presente em mais de 100 escolas da rede pública do Estado há dez anos, com as classes descentralizadas (turmas de cursos técnicos administradas por Etecs nas unidades da pasta), e também com o programa Vence. Agora, os professores da rede estadual integram os cursos de habilitação e qualificação nas disciplinas da base comum ao lado dos docentes do Centro Paula Souza.

Para 2019, será inaugurada também a formação de nível médio em Linguagens, Ciências Humanas e Sociais. O modelo é dedicado ao estudante com inclinação para essas áreas do conhecimento, com preparação mais dedicada para o futuro no Ensino Superior. A estrutura do CPS permite capacitar os professores e observar de perto a evolução da modalidade, ainda que o foco institucional seja o ensino profissionalizante. Neste ano, a instituição entrega cerca de 16 mil certificados de treinamentos de seu corpo docente.

Outro projeto em teste inicia com o ano letivo em 2019 em uma parceria inédita entre Etecs e Fatecs. No curso Ensino Médio com Habilitação Técnica Profissional em Desenvolvimento de Sistemas – Articulação dos Ensinos Médio-Técnico e Superior (AMS), o jovem começa o Ensino Médio na Etec, aprende uma profissão técnica, realiza estágio, e já ingressa no ensino superior para aprofundar seus conhecimentos na Fatec. Baseado no modelo internacional P-Tech, a modalidade articulada é uma parceria com a IBM e consolida a meta institucional de estar cada vez mais perto do setor produtivo, afinando as formações profissionais com as necessidades dos mercados regionais.

O período letivo de 2019 começa em fevereiro para as 223 Etecs e as 72 Fatecs administradas pelo Centro Paula Souza.

The following two tabs change content below.

Sam Shiraishi

Cristã, jornalista, mãe de Enzo, Giorgio e Manuela, casada com Guilherme. Paranaense que caiu de amores pela Mooca em 2005. Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena.

Latest posts by Sam Shiraishi (see all)

Comments

comments

One Reply to “33 Etecs passaram a ofertar o M-Tec”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *