#SouPrincesaSouReal

Hoje, 11 de outubro, se comemora o Dia da Princesa. A iniciativa é parte do Dream Big, Princess, um projeto contínuo da Disney que encoraja crianças de todas as partes do mundo a sonhar alto por meio do destaque para as histórias e qualidades inspiradoras que cada uma das Princesas da Disney demonstram em suas aventuras, como a coragem de Merida, a bondade de Cinderela ou a perseverança de Tiana.

Os pequenos daí ainda não conhecem as histórias clássicas de princesas?

Por aqui, a série de vídeos da Disney dublados por crianças que contam as clássicas histórias das princesas em até 5 minutos, renderam temas de bons papos sobre costumes, culturas e famílias.

Descobrindo Mulan, a história de uma jovem destemida que quer ser fiel a si mesma e honrar sua família. Quando seu pai é chamado para lutar na guerra, ela não hesita em tomar o lugar dele e decide salvar sua família e a nação inteira.

Descubra Branca de Neve e os Sete Anões, a história de uma linda, otimista e gentil princesa que é amada por todos, menos por sua madrasta – a Rainha. Vaidosa e malvada, a Rainha invejava a beleza de sua enteada. Para se salvar, Branca de Neve foge para a floresta e, com a ajuda dos animais e dos sete anões, ela consegue mudar seu destino para sempre.

Descubra a história da Pequena Sereia Ariel, uma princesa alegre, curiosa e aventureira, que vive no fundo do mar e quer fazer parte do mundo dos humanos. Com muita coragem e determinação, junto a seus amigos Linguado e Sebastião, Ariel embarca numa grande aventura para realizar seu sonho.

#DescobrindoEnrolados conta a história de Rapunzel, uma jovem curiosa e criativa com 21 metros de cabelo mágico. Ela vive escondida em uma torre e sonha em ver de perto as luzes do reino que observa de sua janela a cada aniversário seu. Quando Flynn Rider aparece, Rapunzel encontra uma oportunidade para realizar seu sonho. Com determinação, coragem e a ajuda de novos amigos, ela embarca em uma grande aventura, mas no caminho terá que descobrir a si mesma e sua verdadeira identidade.

Por outro lado, #DescobrindoABelaAdormecida narra a história da Princesa Aurora, uma doce jovem com uma voz encantadora, que permaneceu escondida na floresta com suas fadas madrinhas para ser protegida da maldição de Malévola. Quando ela descobre a verdade e finalmente retorna para o castelo de seus pais, a implacável profecia é concretizada. Por conta de um grande feitiço, Aurora cai em um sono profundo. Suas três madrinhas Flora, Fauna e Primavera juntam-se ao Príncipe Phillip para ajudar Aurora a superar a maldição. A Princesa, então acorda e sua vida muda para sempre.

Sobre a volta das princesas…

Não é impressão sua, como tudo na Walt Disney Company, tudo é feito para estimular o consumo.

A franquia das Princesas Disney foi criada no fim da década de 1990 e lançada oficialmente em 2000 por Andy Mooney. Composta por onze personagens femininas de onze diferentes filmes da Walt Disney Animation Studios e da Pixar, tornou-se uma das maiores franquias de mídia do planeta, tem licença da Hasbro para produzir as bonecas e em 2012 foi a franquia de entretenimento mais bem sucedida do mundo, lucrando em média US$ 3 bilhões em vendas por ano.

As personagens da franquia têm variado muito desde sua criação.

Originalmente era composta por Branca de Neve, Cinderela, Aurora (também conhecida como Bela Adormecida), Ariel (também conhecida como Pequena Sereia), Bela, Jasmine, Pocahontas e Mulan, com Tiana, Rapunzel e Merida sendo adicionadas mais tarde.

Curiosidades:

  • Embora a linha seja chamada “Disney Princesa”, personagens de origem não real pertencem à franquia, como Mulan.
  • Esperava-se que Anna e Elsa, de Frozen, se juntassem à marca, mas isto não ocorreu ainda.

É a marca mais popular entre meninas de três a seis anos de idade no mundo ocidental.

Pela sua onipresença na infância, a franquia tem recebido críticas de feministas por supostamente reforçar os papéis de gênero feminino, e a Disney tem respondido com a inclusão de princesas mais girl power.

Também tem ocorrido polêmicas por causa de uma suposta exclusão ou branqueamento de heroínas não-brancas dentro da franquia, o que explica a presença de Mulan no grupo.

Ah, e a própria Disney tem começado a fazer (permitir?) piadas de si mesma, como ficou claro num dos trailers de Wifi Ralph:

Além desses vídeos para as crianças, uma outra série chamada #SouPrincesaSouReal (#DreamBigPrincess em inglês) foi produzida e dirigida por jovens garotas selecionadas pelo Girl Up, iniciativa da Fundação das Nações Unidas.

Os vídeos contam as histórias de 20 mulheres pioneiras nas áreas de tecnologia, entretenimento, medicina, direito, esportes, artes, ciência, moda e política para mostrar para à próxima geração tudo o que é possível quando se sonha alto.

Tem detalhes lá no www.avidaquer.com.br.

Para fazer a diferença para garotas que enfrentam dificuldades em realizar seus sonho, para cada curtida ou compartilhamento que um vídeo ou foto da campanha #SouPrincesaSoureal receber no Facebook, Instagram ou Twitter a Disney doará US$ 1 para o Girl Up – programa da Fundação das Nações Unidas de suporte ao empoderamento de liderança de garotas (a doação mínima é de US$ 500 mil e a máxima de US$ 1 milhão). A ativação da campanha acontece hoje e vai até 20 de novembro de 2018.

The following two tabs change content below.

Sam Shiraishi

Cristã, jornalista, mãe de Enzo, Giorgio e Manuela, casada com Guilherme. Paranaense que caiu de amores pela Mooca em 2005. Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena.

Latest posts by Sam Shiraishi (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *