Dicas para ajudar seus pequenos nas refeições em família

As refeições em família são de grande importância para o desenvolvimento emocional e cognitivo das crianças.

Mas sempre nos surpreende notar que nem todo mundo entende isso e que, com a democratização da tecnologia, as famílias flexibilizam ou até incentivam o uso de aparelhos durante as refeições para “distrair” os pequenos e para “ter paz paz à mesa”.

Li no SOS Educação uma frase que me assustou:

As especialistas em educação explicaram que a “afirmação de que seu filho só come se tiver o celular ou tablet prejudica, e muito, a relação dele com o aprendizado formal”.

Como assim, Sam, a gente não estava falando de comida? Quando ver vídeo na hora das refeições se tornou um tema ligado ao desempenho escolar?

Desde sempre, só que antes os especialistas indicavam desligar a TV na hora das refeições e hoje é a telinha individual, do celular ou tablet.

E como uma coisa afeta a outra?

Roberta Bento explica:

“Uma relação saudável com os estudos requer capacidade de foco e concentração. Mas a habilidade de se concentrar em uma atividade de cada vez não é desenvolvida no momento da aprendizagem. Ela é aprendida na rotina da família e depois transferida para os momentos de estudo.”

Free-Photos / Pixabay

Entenda:

  • Assistir desenhos, filmes, jogos enquanto faz a refeição cria no cérebro da criança a necessidade de diversos estímulos simultâneos – exatamente o oposto daquilo que seu filho precisa aprender nesse momento.
  • Além disso, o processo de aprendizagem requer o uso de recursos armazenados na memória de longo prazo.
  • A hora da refeição é uma excelente oportunidade para enriquecer a memória.
  • Conversas em família, a oportunidade de observar os adultos, sentir a textura e sabor da comida, aprender o nome dos alimentos e suas características, tudo isso se transforma em memórias que serão utilizadas no aprendizado formal, na escola.
  • Uma criança que come distraída por uma telinha perde toda essa chance de enriquecer sua memória.
  • Quanto ao restaurante, lá se vai mais oportunidade perdida, inclusive para o desenvolvimento de outras habilidades, como paciência e empatia.
  • A dica é focar na rotina em casa. O hábito que seu filho desenvolver dentro no dia a dia da família será facilmente replicado nos momentos de convivência social, como restaurantes ou casa de amigos e familiares.

Quer mais explicações? Olhe essas 7 dicas para refeições mais harmônicas em família:

 

The following two tabs change content below.

Sam Shiraishi

Cristã, jornalista, mãe de Enzo, Giorgio e Manuela, casada com Guilherme. Paranaense que caiu de amores pela Mooca em 2005. Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena.

Latest posts by Sam Shiraishi (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *