Como as cores influenciam nossos sentimentos

Como já diria Adriana Calcanhoto, “eu ando pelo mundo prestando atenção em cores que não sei o nome, cores de Almodóvar, cores de Frida Kahlo, cores…”
Ela anda, eu ando, nós andamos!  Nossa vida é pontuada por cores de todos os lados e, ainda que você não seja exatamente #teamadrianacalcanhoto e passe despercebido pelas cores que te cercam, tenha certeza que ainda que  não note isso objetivamente, sua mente nota e seu emocional reagem a isso!

No design de interiores, usamos a cor não só para criar cenários de acordo com o “humor” ou “sentimento” que queremos ter ao entrar em um ambiente, mas também para tirar proveito ou esconder problemas de proporção, alturas indesejadas, pilares inconvenientes, iluminação deficiente ou em excesso, criar centros focais…

As cores influenciam nossos sentidos e, portanto, nosso humor, podendo influenciar positiva ou negativamente o relaxamento, o trabalho, o divertimento, o movimento, a concentração…

 

Um bom exemplo das cores que nos acalmam e nos elevam e suas relações intrínsecas com a natureza.  (Foto Via Design Seeds)

O mais interessante de tudo isso é que quando a gente associa cor e humor ou sentimento, isso varia muito de cultura para cultura. Veja bem, até Coco Channel enaltecer o pretinho básico e tornar o preto uma cor elegante, o preto era uma cor rejeitada por estar associada ao luto. Mas isso, no mundo ocidental, pois no mundo oriental, o luto está associado ao… branco!!!! Veja só, a nossa cor da paz é associada a algo diametralmente oposto no Oriente. Então sempre que falamos de cores, devemos considerar o contexto cultural no qual a cor está inserida.

Vamos à uma pincelada de como as cores podem nos influenciar!!!  O azul é a cor preferida de quase 48% dos homens e 44% das mulheres. Talvez por ele nos remeter ao céu, ao mar, à natureza, à suavidade. É uma cor que, geralmente, transmite paz, tranquilidade e harmonia.  O violeta e o roxo geralmente são associados à espiritualidade, à intuição e estimulam a percepção. Não à toa, vemos tantos estúdios de ioga com algo lilás ou roxinho na marca ou logotipo! O vermelho nos lembra paixão, drama, luxo e por isso costuma nos afetar de forma mais intensa, algumas vezes até agressiva. O laranja estimula o otimismo e eleva o espírito. É a cor da criatividade, do divertimento! O amarelo é sol, é luz e traz alegria, mas também simboliza a riqueza. Por fim, o verde que sempre nos remete à natureza, costuma trazer equilíbrio e sugere honestidade e esperança.

É muito importante notar que o excesso de qualquer uma dessas cores pode afetar o humor de forma mais intensa do que o desejado. Não é à toa, então, que sempre costumamos usar cores de forma combinada, harmonizando e equilibrando-as em doses homeopáticas para que possamos atingir o fim desejado!

 

 

Foto em destaque de Marcelo Magnani (Via Casa e Jardim)

The following two tabs change content below.

Marina Guanaes

Marina Guanaes, carioca, casada, mãe da Beatriz #aos8 e da Cecilia #aos5. Se deixou mudar pela maternidade e virou designer de interiores, sua vocação desde sempre. Adora escrever, ainda mais sobre o morar, faz diários desde 1990, mas não guarda nenhum... Começou a escrever em blogs em 2007 e acredita que eles tem um potencial incrível de aproximar pessoas! Gosta de casa cheia, mesa farta e mate gelado. Ama muito viajar, mas ama mais ainda voltar pra casa! Não tem site, mas tem instagram: @marinaguanaesinteriores

Latest posts by Marina Guanaes (see all)

Comments

comments

One Reply to “Como as cores influenciam nossos sentimentos”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *