Tem adolescente na sua família pensando em fazer uma ETEC?

Sempre conto que eu fiz escola técnica (o CEFET-PR) e que meu filho mais velho fez ETEC. Foi uma experiência muito boa, não só pelo conceito de “sair do ensino médio com uma profissão”, mas porque é um ambiente com colegas e professores focados em viver, em se preparar para a realidade do mundo, não só para um “vestibular/ENEM” que vai dar resultado só depois de anos de faculdade…

Mas, até para isso a escola técnica pode ser uma boa. Na minha turma da UFPR, ⅓ da classe era proveniente do CEFET, mais uns tantos alunos do CEP (colégio estadual com cursos técnicos) e só ⅓ era proveniente de cursinhos ou de colégios famosos pelos índices de ingresso nas boas universidades.

Meu filho também, fez ETEC e entrou na universidade (UFABC) com sua nota do ENEM no primeiro ano que tentou.

Tem como errar menos ao escolher uma carreira específica na adolescência?

Uma notícia com dados corrobora minha opinião. 

As Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) tiveram destaque no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2017, repetindo o ótimo desempenho alcançado todos os anos.

De acordo com os dados publicados pelo jornal Folha de S. Paulo no dia 29 de junho, 19 das 20 melhores escolas públicas da Capital e 13 das 30 melhores escolas estaduais do Brasil são Etecs.

Entre as primeiras 60 escolas públicas do Estado, 46 são Etecs.

Mais uma vez, a Etec São Paulo, conhecida como Etesp, figurou como a melhor escola pública da Capital. Na classificação geral, que inclui escolas privadas, a Etesp ficou acima de colégios particulares tradicionais da cidade, como Visconde de Porto Seguro, Rio Branco e Dante Alighieri. No ranking nacional de escolas estaduais, a Etesp foi a terceira colocada e, entre as melhores públicas do Estado, ficou em segundo lugar, subindo uma colocação em relação ao ano passado.

Das 46 Etecs incluídas entre as 60 melhores públicas do Estado, estão 11 da Região Metropolitana de São Paulo, como a Etec Presidente Vargas, de Mogi das Cruzes (11º lugar). Também estão na lista 13 Etecs da Capital, dentre as quais Guaracy Silveira (12º lugar) e Itaquera II (13º lugar). A Região de Campinas tem oito unidades nesse ranking, como Vasco Antonio Venchiarutti, de Jundiaí, (10ª) e Cel. Fernando Febeliano da Costa, de Piracicaba, (15º).

Infelizmente, desde o ano passado, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ligado ao Ministério da Educação (MEC) e responsável pelo Enem, não divulga os resultados por escola. Os dados estão disponíveis apenas por aluno no site da instituição.

O ranking elaborado pelo jornal Folha de S. Paulo se baseou na média das quatro áreas da prova objetiva (linguagens, matemática, ciências da natureza e ciências humanas), sem contar redação. Foram excluídas escolas com menos de dez alunos do terceiro ano do Ensino Médio ou que tiveram participação inferior a 50% do total de seus estudantes na prova, seguindo critérios do MEC de anos anteriores.

O corpo precisa estar em condições de permitir que o aprendizado ocorra

 

Embora a finalidade principal do Enem seja avaliar o desempenho escolar e acadêmico ao fim do Ensino Médio, seu resultado também é usado como mecanismo de acesso ao Ensino Superior.

Os participantes fazem quatro provas objetivas (Linguagens e Códigos, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática) e uma redação.

O exame é aplicado anualmente.

Saiba mais:

Confira o resultado das Etecs nas últimas edições do Enem:

 

 

The following two tabs change content below.

Sam Shiraishi

Cristã, jornalista, mãe de Enzo, Giorgio e Manuela, casada com Guilherme. Paranaense que caiu de amores pela Mooca em 2005. Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena.

Latest posts by Sam Shiraishi (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *