Quer ver uma criança criativa, inteligente e curiosa feliz? Dê-lhe um desafio!

Quer ver uma criança criativa, inteligente e curiosa feliz? Dê-lhe um desafio!

Aqui em casa os meninos sempre curtiram desafios, que podiam ser simples, como correr entre bancos ou galhos no parque ou no clube, ou complexos, envolvendo desafios científicos em casa.

Seja como for, a brincadeira que ensina sem cobranças e o aprendizado que acontece sem “forçar a ficar parado”, sempre fez parte dos trunfos que meu esposo usava com os meninos.

Manu não vive uma realidade tão diferente, exceto pela quantidade de gente grande envolvida: nós 4, os pais e os 2 irmãos #aos15 e #aos18, estamos sempre dispostos para a brincadeira e o aprendizado mútuo.

E foi assim com o kit Fora da Caixola, lançamento da Faber Castell que recebemos em casa outro dia.

A mecânica deste clube de assinaturas é a mesma de outros, como Leiturinha e afins: mediante o pagamento de uma taxa mensal fixa recebe-se em casa uma caixa com surpresa.

Até aqui tem pouca novidade, né?

O que achei legal foi o padrão dos desafios.

Por ser dedicado à criatividade infantil, o Fora da Caixola atende uma faixa etária mais “esquecida” (os quase tweens de 7 a 10 anos, ou seja, em idade escolar, mas ainda pequenos para fazerem as coisas totalmente sozinhos) com o que prometem ser materiais para o desenvolvimento da criatividade, itens para prototipação de soluções, um manual do desafio com fatos e curiosidades e um livro guia com os desafios e atividades.

Os planos partem de 69 reais por mês, o que pode não ser muito barato, mas que no final mal cobrem aquela tarde de cinema+pipoca+estacionamento no shopping, né? E são uma alternativa legal para quem não mora em cidades com tantas opções (cursos, lojas, etc) ou, como acontece muito por aqui, para os tios e padrinhos que querem marcar presença na vida dos seus pequenos.

Meu irmão, por exemplo, presenteia os sobrinhos grandes com assinatura de HQs que eles adoram, assim toda semana chega um agrado do tio e eles têm assunto para conversar pelo WhatsApp, encurtando a distância física de 400km entre eles.

😉

O maior valor deste e de outros kits de criatividade é claro: estar junto, fazer junto, partilhar e conviver.

Ah, e neste caso, tem também o livro da turma do Esquadrão Eureka, com os personagens Samuca, Pandora, Gigio e Engenhoca que foram criados especialmente para esta série pelo ilustrador Samuel Rodrigues com texto de Victor Peres e Perez, com consultoria pedagógica de Mariangela Carocci, e são um ponto de partida legal para as atividades e para reforçar o amor pela leitura.

Já fizemos alguns testes com o kit e vou postar outros no nosso instagram: @maecomfilhos. Siga-nos lá!

P.S. Este texto não é um publieditorial.

The following two tabs change content below.

Sam Shiraishi

Cristã, jornalista, mãe de Enzo, Giorgio e Manuela, casada com Guilherme. Paranaense que caiu de amores pela Mooca em 2005. Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena.

Latest posts by Sam Shiraishi (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *