Calculadora de comida e bebida para festa junina

Muita gente relaciona só com atividade escolar, mas festa caipira é uma coisa tão brasileira que cabe sempre. É verdade, se tornou comum acontecer em junho por conta dos santos católicos e daí o nome “junina”, mas a verdade é que este conceito é das quermesses de interior e as festas com comidas e danças típicas são comuns no mundo todo, da Alemanha ao Japão!

Meu pai faz aniversário em junho, o que nos permitiu inventar algumas festas juninas legais em casa. Nossa diversão era caprichar nos enfeites e ter desculpa para fazer TODAS AS COMIDAS juninas favoritas num dia só!

Isso resulta num menu típico de grande estilo e muita sobra porque, convenhamos, como planejar direito com tanta coisa boa envolvida?

Paçoca, pé de moleque, pipocas doce e salgada, lentilha, canjiquinha, amendoins, ervilha, grão de bico e por aí segue.

Descobri que agora tem uma Calculadora Junina num site, vejam só!

Preparar os quitutes e comer não são a única parte legal, né?

Planejar a decoração, as roupas e as brincadeiras sempre nos divertiu.

🙂

O segredo é sempre o mesmo:

Use a criatividade para fazer combinações, mantendo a simplicidade.

Sempre usamos bandeirinhas, que eu considero que dão o tom! Cores vivas também, pois Festa Caipira é alegria e ingenuidade.

A decoração da mesa é outro ponto muito importante, que pode variar de acordo com o tamanho disponível. Em casa a gente usava a da sala de jantar, da churrasqueira e as pequenas, das varandas, para criar vários locais porque uma família com 4 filhos traz muita gente junto.

As mesas podem, por exemplo, ser divididas em salgados, doces, pipoca e bebidas. Eu sempre achei mais legal toda mesa ter um pouco de casa coisa, de repente em bowls escondidos em chapéus de palha, que tal?

Eu AMO chitas, então até no cotidiano abuso do tecido simples que também é sinônimo de interior. E o xadrez sempre dá o tom, né? Então pode ser uma mesa com tecido xadrez e copinhos para servir canjica (mungunzá) ou arroz doce com chita!

<3

(Foto do blog Casar Bem)

Em casa nunca fizemos fogueira. Mas, como tinha lareira dentro de casa e a churrasqueira era grande, dava para tostar marshmallows e coisas do gênero. Aqui no apartamento, as crianças fazem s’mores no réchaud de foundue de chocolate.

Enfim, ideias mil, não é mesmo?

Conte as suas!

The following two tabs change content below.

Sam Shiraishi

Cristã, jornalista, mãe de Enzo, Giorgio e Manuela, casada com Guilherme. Paranaense que caiu de amores pela Mooca em 2005. Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena.

Latest posts by Sam Shiraishi (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *