Brincadeiras de filho único

O intuito das sextas aqui no blog é sempre falar de brincadeiras, mas achei o tema pertinente e pouco falado. Vou aproveitar para relatar algumas que meu filho criou e também podem ser feitas em grupo. Também não irei falar em estatísticas e pesquisas sobre filhos únicos. Prefiro pensar em crianças únicas. Acredito que mais do que probabilidades, o que irá afetar desempenho em diferentes áreas é educação e exemplo dos pais assim como os interesses e personalidade da criança.

Filhos únicos precisam aprender a se entreter sozinhos, isto é um fato! Outro é que é muito fácil cair na armadilha dos eletrônicos com filhos únicos. O filho único é conhecido por chamar os pais mais do que crianças com irmãos, mas pense que você também não perderá tempo apartando as briguinhas que sempre ocorrem entre eles.

Aqui o tempo de eletrônico é controlado, de qualquer eletrônico. Meu filho brinca muito bem com crianças de todas as idades e tem interesses diversos. Sempre procurei leva-lo em praças e parques para brincar com outras crianças. Meu sobrinho mais velho também é filho único e mais novos se encontravam quase todo dia. Claro que com a rotina de escola que parece aumentar a cada ano, nem sempre é possível sair para brincar ou ter amigos e primos aqui em casa. Solução? Brincar sozinho.

Além de brincadeiras mais óbvias como montar quebra-cabeças, desenhar, montar Lego, criar com sucata, montar cabanas, fazer caminhos com peças de dominó, ele sempre brincou muito com bonecos. Enfileirava e atirava com nerf, criava batalhas e historinhas. Era uma delícia ficar escutando.

View this post on Instagram

Enquanto eu faço ginástica ele… 🙂

A post shared by Anamaria (@maemaluquinha) on

Depois de um tempo ele passou a jogar Pokemon sozinho. Ele até hoje gosta muito do jogo, mas nem sempre tenho tempo para jogar com ele. É interessante a dinâmica. Ele se preocupa em selecionar decks de cartas com nível semelhante para ser uma competição justa, sorteia o lado que irá começar, procura não se deixar influenciar muito por saber as cartas do oponente (ele mesmo) e se empenha em ganhar igualmente com os dois decks.

Ei! Se você está com pena neste momento pare! Ele narra as batalhas Pokemon de forma animada, fica pulando de um lado para o outro do tabuleiro e deixa a imaginação correr solta! Alguns jogos de tabuleiro simples como Cobras e Escadas ele também brinca da mesma forma.

Uma brincadeira que ele mesmo criou e adora é o Pique-Mar (inclusive tomei bronca por não escrever sobre no post sobre diferentes pique-pegas). A brincadeira surgiu pois costumamos ir muito na praia só nós dois. Sou do tipo que brinco (e me divirto) para valer, mas a minha energia nem sempre acompanha a dele. O pique- mar consiste em ficar perto das ondas e correr para que não toquem em seus pés. Ele pula, narra, fala com o mar e com as ondas, ri dele mesmo. Volta e me conta como a onda o pegou, como ele driblou uma onda e se diverte. Algumas vezes surgem crianças que estão na praia e curiosas acabam conversando com ele e entrando na brincadeira.

Talvez por conta disto ele tenha criado no último verão o pique-pega-mar. Uma brincadeira de pique no mar, mas para ser feita com outras crianças ou comigo. Quem deixar a nda tocar no pé primeiro é o pegador. Os outros podem fugir pela areia ou pelo mar, mas o pegador tem que dar uma vantagem de 20 segundos para quem mergulhou na água fugir.

Quais brincadeiras seus filhos criaram ou gostam de fazer sozinhos? Eu apesar de ter irmãos, além de desenhar, adorava pegar retalhos e com amarrações criar roupas para minhas bonecas. Lembrou de alguma? Conta aqui! 🙂

The following two tabs change content below.

Anamaria Mendes

Anamaria Mendes, 44 anos, mãe do Lucas, #aos10. Profissional multipotencial. Criativa por natureza, formada em design gráfico, pós-graduada em marketing, ama as duas áreas com a mesma intensidade. Apaixonada também pelos temas maternidade e educação. Adora conhecer e interagir com pessoas diferentes e aprender com cada contato. Está sempre criando novas formas de conciliar maternidade e vida profissional. Colaboradora do canal de YouTube FunToysBrinquedos, criado por seu filho e hoje produzido em família para motivar o brincar. Compartilha um pouco disto tudo no Instagram e Twitter @MaeMaluquinha.

Latest posts by Anamaria Mendes (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *