A mãe que eu sou hoje, por Jackeline Lima

Eu sou a mãe que acha que tem a filha mais esperta do mundo e acha incrível até quando ela consegue levar a fruta sozinha a boca ou tenta calçar os meu sapatos, eu sou a mãe que se culpa quando acha que trabalha demais ou que lava a louça quando pensa que deveria estar brincando, sou a mãe que lê sobre disciplina positiva e as vezes esquece de ser positiva, que lê sobre desmame gentil e não tem coragem de desmamar, que perde a chave de casa e fica trancada pra fora com o bebê, que beija, abraça e aperta até Olívia não aguentar, que observa a cria dormindo e as vezes chora de emoção porque já imaginou varias vezes esse momento enquanto gestava.

Sou a mãe que deseja sumir as vezes mesmo pensando que isso não aconteceria comigo.

Sou a mãe possivel fazendo o meu melhor e sendo a mãe que Olívia me ensina ser todos os dias a medida que suas demandas vão mudando, ela sabe bem como me mostrar o caminho que devemos seguir juntas.

The following two tabs change content below.
Jackeline Lima 25 anos, fotógrafa, idealizadora do projeto Mãe do Corpo, madrasta da Júlia com 13 anos e mãe da Olívia com 1 ano e 2 meses, casada com um ator e palhaço muito maluco. Apaixonada pela maternidade, educação e por fotografar nosso cotidiano que na nossa família não é nada comum.

Latest posts by Jackeline Lima (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *