A educação é feita de detalhes

Fui convidada a participar de uma aula com um conhecido arquiteto e professor que ganhou minha atenção com a seguinte citação:

“A educação é feita de detalhes. Não existem atalhos”.

A aula era sobre didática, mas a provocação vai muito além. Como pais, quantos atalhos pegamos todos os dias?

Com as demandas do dia a dia, de mães e pais que trabalham ou se dedicam a casa, ou estudam ou fazem qualquer outra coisa além da parentalidade, somos apanhados por imprevistos que nos deixam ausentes – mesmo estando por perto.

As crianças precisam de limites, de vínculo e de adultos que sejam modelos e alimentem esse laço. A receita é simples, mas a tarefa é árdua e requer consistência, repetição, paciência e muito tempo.

LuidmilaKot / Pixabay

Estudos como a “ A Pesquisa Nacional da Saúde do Escolar” feita pelo IBGE e “OCDE” (Organização para Cooperação de Desenvolvimento Econômico) do ano de 2015, trazem conclusões sobre a força que as relações familiares exercem na prevenção comportamentos de risco em crianças e adolescentes. Atitudes como fazer uma refeição junto ou acompanhar a lição de casa tiveram uma queda significativa a partir dos 13 ou 14 anos. Ao mesmo tempo, as mesmas pesquisas indicam que os estudantes que afirmam desfrutar de momentos com os pais, discutindo sobre os estudos ou compartilhando uma refeição, reportam um maior nível de satisfação com a vida em até 62% em relação àqueles que não passam um tempo com a família.

Claro que é um desafio procurar um equilíbrio entre os nossos afazeres e a qualidade do tempo que passamos com nossos filhos. Entretanto pesquisas como essas deixam o recado: nós carecemos de relações completas de significado. Prover aos nossos filhos essa construção de sentido, que justifique nossas ações como pais, exige sacrifícios e muitas vezes poderão até ser insuficientes, mas acredito que a consciência já convida à uma mudança de atitude.  

 

Nota da editora: leia também o post sobre a Experiência da Mesa 🙂

Refeições em família tornam a criança mais confiante

 

The following two tabs change content below.

Alexandra Sumadossi

Paulistana, 30 anos, mãe da Luiza #quase2. Educadora, eterna estudante e curiosa por natureza. Está sempre procurando estratégias para conciliar a maternidade e a vida profissional. Trabalhar com crianças diariamente possibilita explorar um novo ponto de vista em relação à ser mãe e também traz o desafio de ter claro que a pedagogia não é resposta para tudo no mundo materno. Ama viajar e encanta-se com a pluralidade que o mundo nos proporciona. Gosta de aproveitar tudo que São Paulo oferece e não dispensa uma passadinha em uma livraria. É apaixonada pela sétima arte, se perde em listas de cinema em streaming e é maratonista de séries. No Instragram: @sumadossi. Leia os posts: http://www.maecomfilhos.blog.br/author/sumadossi

Latest posts by Alexandra Sumadossi (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *