Três pontos importantes para que a criança se torne leitora

Exemplo é a explicação para muitos comportamentos em família.

Ao longo desses dez anos do movimento #pequenosleitores (que eu e meu filho, hoje com 17 anos) criamos em 2007, já ouvimos tantos relatos, pedidos (de dicas) e perguntas de pessoas que não conseguiam fazer da leitura um hábito.

Vejo três pontos importantes para que a criança se torne leitora e o adolescente não perca isso:

(1) Exemplo. Ser criado num ambiente leitor é fundamental. Quem nunca está visivelmente com um livro na mão, quem não fica sem a TV ligada nas áreas coletivas da casa, quem só fala e não faz definitivamente tem pouca chance de formar um bom leitor.

(2) Interesse. Sempre busquei livros que interessavam meus filhos, relacionando até brinquedos e temas de filmes e programas com a leitura, ensinando que o livro complementa as coisas. E me interessava pelo que liam, mesmo depois que pararam de precisar da minha facilitação (quando começaram a ler sozinhos), eu lia o mesmo livro, trocávamos ideias do tema, trazia pra vida real.

(3) Espaço. A leitura sempre foi um momento de deleite, de prazer, de bem estar para todos. Eles nos viam aproveitando o tempo livre lendo e foram criando momentos assim pra si mesmos. Do aconchego da primeira infância que tinha abraço para “ler um livro juntos”, à escolha dos livros que acompanhariam uma viagem ou as férias todas, a leitura na preguiça do verão ou no friozinho de um dia de chuva, sempre foi um momento que tinha espaço e tempo reservados nas nossas vidas.

E aí, como funciona a leitura no cotidiano? Conte pra nós!

The following two tabs change content below.

Sam Shiraishi

Cristã, jornalista, mãe de Enzo, Giorgio e Manuela, casada com Guilherme. Paranaense que caiu de amores pela Mooca em 2005. Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena.

Latest posts by Sam Shiraishi (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *