David Walliams e uma leitura divertida

Quem me conhece sabe que sou muito, muito, MUITO fã de Neil Gaiman

Mas tem um tempinho que descobri os livros de David Walliams e fiquei encantada com a escrita fluida e divertida.

São histórias criativas, que envolvem crianças em situações diversas, como em “Vovó Vigarista”, em que o menino descobre que a tranquila avó “chata” é, na verdade, uma das maiores ladras do mundo!

Nossa leitura mais recente é do livro “Os Piores Pirralhos do Mundo”, que reúne histórias de crianças realmente terríveis (que envolve desde flatulência, teimosia até a falta de banhos)

O que acho mais interessante na escrita de Walliams são os trechos em que ele conversa com o leitor, como um desabafo ou confidência. É divertido e chama a atenção da criança, quebrando a “barreira natural” da história contada.

Também tem os elementos gráficos nos livros: brincadeiras com as palavras, que ora são tremidas, ora são enormes em algumas páginas, trazem uma leveza e graça à leitura.

Aqui no Brasil, os livros são comercializados pela Editora Intrínseca

 

Sinceramente, recomendo os livros para crianças maiores. O #mininerd se diverte mas muitas vezes tem um termo ou palavra que tenho que parar a leitura para explicar rs

Continuo lendo pq acho super divertido, mas é um pouco cansativo, pois as histórias são longas e exigem boas noites seguidas de leitura (o que eu não costumo ter com ele, pois trabalho a noite) 🙂

 

E aí, quem são seus autores preferidos em casa? Conta pra gente 😉

The following two tabs change content below.

Cristina Sano

30 anos, mãe do Daniel Akira, #mininerd , #aos7 , designer de profissão e jornalista de formação. Costuro, cozinho, troco spot de luz e acredito em tudo aquilo que é feito com amor. Nerd, fã de Doctor Who e sci-fi, ouvinte de podcasts, consumidora de conteúdos do Youtube e Netflix e ciclista iniciante na arte de andar por São Paulo de bicicleta 😉 Responsável pelo conteúdo envolvendo costuras e artesanatos para fazer com e sem os filhos com a tag #mamaecrafter

Latest posts by Cristina Sano (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *