Tatuagens nerds para mamães nerds

(Ou geeks, gamers etc…)

Essa semana fiz uma tatuagem nova, meu presente de aniversário pra mim mesma, pelos #quase30 rs

Foi a Enterprise, nave da série Star Trek (conhecida popularmente aqui no Brasil como “Jornada nas Estrelas”)

Se vc procurar, encontrará várias ideias inspiradoras e lindas de tatuagens nerds/geeks

Independente do seu gosto, o mais importante ao pensar numa tatuagem é:

1) Pensar em algo que tenha significado especial para vc e só pra vc. E que vc não se arrependerá depois de fazer (lembre: tatuagem é para sempre rs. As sessões de remoção de tatuagem são caras e dolorosas)

E sei que é difícil fazer essas escolhas. Pra mim, pensei assim: coisas que fizeram/fazem parte da minha vida.

Minha primeira tattoo, fiz num evento de tatuadores, no mesmo dia que o pai do #mininerd e foi o ideograma do meu sobrenome: Sano (佐野). A escolha foi meio óbvia pra mim, afinal, meu sobrenome não vai mudar 😉

A segunda foi a caveira que dá a cara da @InsanoCraft. Demorei pra aceitar que meu jeito com crafts, mas hoje vejo que é definitivo e não tenho planos nem intenção de deixar de costurar/tricotar/crochetar rs
Essa foi feita pela Fernanda

E a mais recente, a Enterprise, tem toda aquela lembraça de infância, assistindo com meu pai (comentei nesse post).
Resumindo, meu pai sempre teve um lado meio nerd e gostava de assistir Star Trek rs. A música de abertura e os sons da ponte de comando ainda me fazem ficar arrepiada, por todas as lembranças da infância <3
Comecei esse ano maratonando a série clássica (de 1966, com Leonard Nimoy) e relembrando essas sensações todas. E decidi que meu presente de #quase30 seria ela: a Enterprise da série clássica <3
Essa, foi feita pela talentosíssima Dani Saga

2) Escolher bons tatuadores

Vale perguntar pra amigos, pedir indicação e pesquisar no perfil dos tatuadores quem tem um estilo mais parecido com o que vc quer tatuar. Sim, tem estilos diferentes. Por exemplo: minha amiga que fez a caveira da InsanoCraft disse que não faria a Enterprise, por conta dos detalhes e por ser mais técnica. E tudo bem. Um amigo querido me indicou a Dani, que fez as tattoos dele, e o achei o resultado incrível <3

 

Muitos amigos me perguntaram “Cris, dói fazer tatuagem?”
Digo que é relativo. Doer, dói, afinal é uma agulha perfurando sua pele.
Eu tenho muita resistência a dor, então sinto só fisgadas. Já outros amigos dizem que dói horrores. A sensação de mais ou menos dor vai da sensibilidade de cada um 😉

E alguns amigos me mandaram fotos das tatuagens deles:

Tatuagens do Rafael (@basquens)
Tatuagens da Mari (@marifiora)
Tattoo do Leonardo (@LeoLeonardo85)

 

E vc, tem alguma tatuagem?
Se não tem, pensa em fazer?
Conta pra gente nos comentários 😉

The following two tabs change content below.

Cristina Sano

29 anos, mãe do Daniel Akira, #aos6 , designer de profissão e jornalista de formação. Costuro, cozinho, troco spot de luz e acredito em tudo aquilo que é feito com amor. Nerd, fã de Doctor Who e sci-fi, ouvinte de podcasts, consumidora de conteúdos do Youtube e Netflix e ciclista iniciante na arte de andar por São Paulo de bicicleta 😉 Responsável pelo conteúdo envolvendo costuras e artesanatos para fazer com e sem os filhos com a tag #mamaecrafter

Latest posts by Cristina Sano (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *