Homeopatia: eu acredito

Cansada de correr para o hospital e sofrer vendo meu bebê de oito meses passar por uma internação por conta de uma bronquiolite, me rendi a homeopatia para tratar da asma do Bruno quando ele tinha 3 anos.

Aos poucos fui me adaptando e tirando as inalações, bombinha de uso contínuo e corticoide da nossa rotina. Sempre ficava atenta e a pediatra dele era prudente. Quando não conseguíamos controlar a crise,  ela entrava com a alopatia sem neura.

Hoje meu primogênito está com 14 anos. E essa história faz parte do passado, ufa! Com o Davi, de 8 anos, sofri menos, asmático também, tirei de letra usei a homeopatia desde seu nascimento e quando precisou entrei com os corticoides da vida, claro.

A vida de mãe, jornalista, dona de casa me deixa muito ansiosa, há alguns meses estava sofrendo de insônia, taquicardia e estresse. Foi aí que também procurei a homeopatia hoje me sinto melhor e divido essa experiência para também ajudar outras pessoas. Gravei este vídeo com a Dra. Flávia Galbiatti, para falar um pouco desse tipo de medicina que ainda sofre alguns preconceitos mas é eficaz para muita gente. Espero que gostem.

The following two tabs change content below.
Mãe do Bruno #aos 14 e do Davi #aos8, jornalista, já trabalhou em emissoras de TV como repórter e apresentadora. Atualmente atua como roteirista e apresenta do Canal Família Conectada seu projeto do coração que tem como objetivo falar sobre assuntos relacionados a rotina familiar.

Latest posts by Gisele Farina (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *