Dica de filme: Homem Aranha – De Volta ao Lar

Confesso que fui conferir o filme sem criar expectativas, porque sei lá, já teve um reboot do Homem Aranha, mas sério, esse é totalmente diferente, pois foi desenvolvido para dialogar com os outros filmes do Universo Marvel.

O filme começa mostrando os destroços da Torre Stark após a batalha de Nova Yorque. A história dá um pulo de 8 anos e vemos o Peter Park como um bom adolescente (afinal ele tem entre 14 e 15 anos), registrando a sua impressão (tipo vlog sabe?) ao receber o convite para participar da luta no aeroporto que vimos no Guerra Civil, daí em diante vemos um Peter Park ansioso por ser mais do que “o amigo da vizinhança”, querendo mostrar serviço, o que dá pra entender né, afinal, ele havia tirado o escudo do Capitão América….. Mas ele é um pupilo do Homem de Ferro, que agora parece estar mais cauteloso.

Ah Aline, eu curto Homem Aranha mas nunca acompanhei os outros filmes em torno dos Vingadores. Gente sem problemas, dá pra curtir, pois eles prepararam toda uma breve narrativa pra situar quem não acompanhou as outras histórias. Mas claro que pra quem viu os outros filmes, rola uma plus né.

Seja você fissurado nos filmes da Marvel como eu, ou um fã do cabeça de teia, pode ter certeza que o filme é diversão na certa, fui com meus três filhos e todos amaram, principalmente o meu mais velho, que é doido pelo Homem Aranha desde sempre.  Vida longa ao Tom Holland como amigo da vizinhança <3

Fica as dicas:

  • se tiver opção, dispense o 3D, não vale a pena, sério 😉
  • são 2 pós-créditos, mas se não tiver problemas com spoilers, ou não quiser morrer de raiva, aqui fizeram uma brincadeira usando exatamente o vídeo do segundo pós-credito (pena que eu só entendi depois de ficar um tempão esperando, eu tinha visto esse vídeo algumas horas antes).
The following two tabs change content below.

Aline Kelly

Administradora, mãe de três, facilitadora em processos de interação e gestão de conhecimento em projetos de formação cidadã, direitos básicos e empreendedorismo. Em seu blog escreve sobre participação social, práticas sustentáveis e outros pensamentos aleatórios.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *