Buster no Brasil: cinema infantojuvenil

Garantia de lugar lindo e de programação boa em todas as cidades onde está, o Centro Cultural Banco do Brasil é um dos espaços que a gente sempre visita em viagens e, claro, na nossa cidade também. Mas, curiosamente, minha caçula Manuela não lembra nada do local que fica no centro de São Paulo e quero aproveitar uma programação super legal destas férias para levá-la ao prédio lindo.

Nesta semana começa a segunda edição do festival Buster no Brasil: Cinema infantojuvenil, uma programação de 36 filmes exibidos aqui em São Paulo entre os dias 5 e 24 de julho de 2017.  São curtas, longas-metragens e episódios para a TV, com ênfase em produções da Dinamarca, Suécia, Alemanha e Brasil. Esta edição brasileira do festival é realizada com apoio do Instituto Cultural da Dinamarca e começou no Rio de Janeiro de 28 de junho a 16 de julho e depois segue para Brasília de 11 a 30 de julho.

(Foto Leandro Viola)

 

Os filmes são indicados para crianças a partir de 3 anos, com duração reduzida e atividades com recreadores. Estão programadas oficinas gratuitas de cinema para educadores e crianças. Todas os filmes para o público infantil são dublados ou sem diálogos (a exceção são as produções adolescentes, legendadas).

O grande destaque desse ano é a animação “Hannibal & Jerry”, da dupla de diretores Steen Rasmussen e Michael Wikke, clássico do cinema infantil dinamarquês que completa 20 anos em 2017; para a série sueca “Jazzoo”, exibida no Festival de Berlim, que combina o jazz do quinteto Oddjob com histórias de animais; e para a animação sueca “O Reino do Rei Pena”, inédita nos cinemas brasileiros, escrita por roteirista da série “Borgen” e com direção do dinamarquês Esben Toft Jacobsen.

Uma opção para os pequenos que ficam em São Paulo, durante as férias escolares, o festival  reúne no CCBB filmes para crianças a partir de 3 anos, com duração reduzida e atividades com recreadores.

​As atividades para as crianças, adolescentes e educadores serão ministradas por Mathias Madsen Munch,​ compositor e educador dinamarquês que já veio para o Brasil ​em 2016, quando participou da primeira edição local do BUSTER.

“Ficou claro para mim como os dinamarqueses e brasileiros têm muito a aprender uns com os outros, especialmente o modo com as crianças são encaradas criativamente”.

Desta vez Munch tem como foco oficinas práticas, tanto para jovens quanto educadores.

Formado em composição de trilhas sonoras e psicologia educacional, tem desenvolvido projetos multimídia com e para crianças desde 2010, inclusive na programação do Buster em Copenhague. Até 2019 é o compositor-residente da DR Musikariet, uma das mais respeitadas instituições de cultura infantil do país. Em breve viajará pela Europa em turnê com o musical “O Labirinto Sem Fim” (“The Endless Labyrinth”), que une música erudita e fantasia, sucesso de público na Dinamarca.

Oficina de Quadrinhos animados – narrativa e composição de imagens:

Gratuito / Duração: 3 horas. 14/07/2017 (sexta), das 9h às 12h.

É um workshop muito popular na Dinamarca por conseguir unir contação de histórias e princípios básicos de animação. Por meio de storyboards bem simples, desenhando as principais etapas de uma história, já é  aprender a animar usando zoom e movimentos de câmera, ferramenta disponível praticamente em qualquer computador ou dispositivo eletrônico.

A oficina é destinada a multiplicadores – educadores, professores, oficineiros e monitores, especialmente àqueles que usam ou pretendem incorporar apresentações ou recursos audiovisuais em sala de aula. Será ministrada em inglês, com tradução consecutiva para o português.

Inscrições antecipadas e mais informações: oficinabuster@gmail.com

Oficina de Desenho de som:

Gratuito / Duração: 2 horas. CCBB SP, 15/07/2017 (sábado), das 15h às 17h

Voltada para meninos e meninas de 9 a 14 anos, é uma introdução ao mundo da edição de som e da percepção de como o som é importante para se contar qualquer história, seja ela na tela ou na vida real. Os participantes vão aprender a criar um audioboard para uma animação, que acompanha o roteiro com as inserções de música e efeitos sonoros.

A oficina será ministrada em inglês com tradução consecutiva para o português.

Inscrições antecipadas e mais informações: oficinabuster@gmail.com

Recreação e sessões de animações a partir de 3 anos:

​As sessões dos programas de curtas voltados para primeira infância – o programa Jazzoo, o programa Animais Animados e a série Kiwi & Strit – são acompanhadas de uma atividade recreativa, completando cerca de 1h de programação.

Em São Paulo, a animação dessas sessões recomendadas para os pequenos a partir dos 3 anos fica por conta da dupla Vivian Bertocco e Débora Carolyne.​ Formadas, respectivamente, pela USP e Escola Emilio Fontana, há anos dedicam-se a trabalhos voltados para o público infantil, encenando espetáculos em parceria com as cias Le Plat Du Jour, Meninas do Conto e Prova dos Ventos.

  • 7/7 (sexta), às 11h
  • 8/7 (sábado), às 11h
  • 9/7 (domingo), às 11h
  • 12/7 (quarta), às 11h
  • 14/7 (sexta), às 11h
  • 15/7 (sábado), às 11h
  • 16/7 (domingo), às 11h
  • 22/7 (sábado), às 11h
  • 23/7 (domingo), às 11h

Os curtas deste programa são recomendados para crianças a partir de 3 anos, têm duração de 24 minutos e os filmes não têm diálogos.

Polvo (Octopus)
País: Alemanha
Direção: Julia Ocker
Ano: 2015
Duração: 4 minutos
Fazer um bolo não é problema quando se tem oito braços, mas o que se pode fazer quando um dos tentáculos começa a Ter ideias próprias sobre o que deve entrar na receita?

Crocodilo (Crocodile)
País: Alemanha
Direção: Julia Ocker
Ano: 2015
Duração: 4 minutos
O pobre crocodilo não está se dando muito bem ao tentar comer pretzels: seus braços são muito curtos. Mas por sorte a ajuda está a caminho.

Bat-hora (Bat Time)
País: Alemanha
Direção: Elena Walf
Ano: 2015
Duração: 4 minutos
Não é fácil ser um animal noturno quando os outros bichos só estão acordados durante o dia: quem sobra para brincar? Por sorte o morcego encontra alguém que também gosta de se divertir à noite.

Bebê Hipopótamo (Hippo Hop)
País: Alemanha
Direção: Patxi Exequiel Aguirre
Ano: 2015
Duração: 4 minutos
O pequeno hipopótamo ainda não aprendeu a nadar e, quando entra com sua mãe no rio, sempre afunda. Quatro peixinhos se dispõem a ajudá-lo.

Vaca (Cow)
País: Alemanha
Direção: Julia Ocker
Ano: 2013
Duração: 4 minutos
À noite, a vaca sonhou que estava voando entre as nuvens. Quando acordou, percebeu que suas manchas haviam desaparecido. Onde será que elas foram parar?

Baleia (Whale)
País: Alemanha
Direção: Maryna Shchipak
Ano: 2013
Duração: 4 minutos
A baleia está muito triste porque todo mundo está com medo dela, que é tão grande, e tudo o que ela quer é ter um amigo.

Jazzoo
Os curtas desde programas são recomendados para crianças a partir de 3 anos.
País: Suécia
Direção: Adam Marko-Nord
Ano: 2016
Duração: 30 minutos (13 episódios)
Sem diálogos
* Sessões acompanhadas de atividades recreativas

Um hipopótamo voador dispara em busca do lago mais próximo. Um peixe atrás do volante, fugindo de um tubarão. Um pequeno coala morrendo de vontade de pular como o vizinho canguru. Um elefante feliz demais para conseguir ficar quieto de madrugada. Os bichos estão à toda, e a música também, na série de curtas-metragens “Jazzoo”. São 13 episódios sem diálogos ou narração, sempre com um animal protagonista. O traço é do ilustrador sueco Ben Javens e o jazz fica a cargo do grupo Oddjob, por trás de todo o projeto – foi um disco da banda o inspirador da série de animação, capitaneada por Adam Marko-Nord. O projeto ainda contempla um jogo e uma turnê de shows com projeções que girou a Europa.

Episódios:
– Coala (Koala)
– Porco-espinho (Hedhog)
– Elefante (Elephant)
– Baleia (Whale)
– Esquilo (Squirrel)
– Hipopótamo (Hippo)
– Barata (Cockroach)
– Tubarão (Shark)
– Pica-pau (Woodpecker)
– Mosca (Fly)
– Cavalo (Horse)
– Camelo (Camel)
– Pato (Duck)

Kiwi & Strit (Kiwi og Strit)
Os curtas deste programa são recomendados para crianças a partir de 4 anos
País: Dinamarca
Direção: Esben Toft Jacobsen
Ano: 2016-2017
Duração: 40 minutos (8 episódios)
Sem diálogos
* Sessões acompanhadas de atividades recreativas
Criaturinhas peludas e engraçadas, Kiwi e Strit moram numa clareira na floresta, ao pé de uma colina, e não poderiam ser mais diferentes. Kiwi é cuidadoso e amarelo; Strit é espontâneo e roxo. Kiwi adora planejar as coisas e tem uma casinha linda e arrumada. Strit adora improvisar e sua casa… bem, ela caiu. Mesmo tão diferentes, os dois adoram estar juntos porque são melhores amigos e se divertem como nunca jogando futebol, andando de bicicleta, explorando a montanha mais alta do mundo ou enfrentando uma vaca barulhenta. São essas as aventuras de “Kiwi & Strit”, trabalho mais recente do diretor Esben Toft Jacobsen, dos filmes “O Grande Urso” e “O Reino do Rei Pena”. A primeira temporada da série de animação está sendo exibida atualmente na Dinamarca, Suécia, Finlândia, França, Holanda e no sudeste asiático.

Episódios:
– Ladrão de Bicicleta (Bicycle Thief)
– Futebol (Football)
– Retrato (Portait)
– Limpar a casa (Spring Cleaning)
– Vaca Barulhenta (Noisy Cow)
– Vai Ter Bolo (Cake)
– Novos Amigos (New Friends)
– Dia de Lavação (Wash Day)

 

Hannibal & Jerry
Recomendado para crianças a partir de 6 anos
País: Dinamarca
Direção: Steen Rasmussen, Michael Wikke
Ano: 1997
Duração: 75 minutos
Elenco: Jonathan Kvium, Paprika Steen, Martin Brygmann, Hella Joof
Dublado
Hannibal passa tempo demais na frente da TV, e seus pais acham estranho que ele não se divirta tanto na rua como os outros meninos. O moleque acha tudo chato. A solução atende pelo nome de Jerry, um cachorro comprado de presente. Ninguém sabia, porém, que o bichinho era especial: Jerry não sabe latir, mas em compensação fala muito bem. Hannibal e Jerry conversam bastante e se tornam bons amigos. Tanto papo acaba indo parar nos ouvidos de um fabricante de brinquedos, que, junto com seu capanga, planeja roubar Jerry para usá-lo em uma nova linha de produtos. Será que Hannibal vai conseguir salvar seu novo companheiro? Um dos maiores sucessos da dupla de diretores Wikke & Rasmussen, “Hannibal & Jerry” completa 20 anos em 2017.

Skymaster (Der var engang en dreng – som fik en lillesøster med vinger)
Recomendado para crianças a partir de 8 anos
País: Dinamarca
Direção: Steen Rasmussen, Michael Wikke
Ano: 2006
Duração: 83 minutos
Elenco: Janus Dissing Rathke, Nicolas Bro, Anders W. Berthelsen, Bodil Jørgensen, Trine Dyrholm
Dublado
Kalle, de 10 anos, está super animado que vai ganhar uma irmãzinha. Seus pais, no entanto, levam um susto quando a criança nasce com duas saliências nas costas que lembram asas. Quer dizer, ao menos é isso que o garoto acredita que sejam, e acha muito legal. Sua família, por outro lado, quer se livrar daqueles dois pequenos problemas e manda o bebê para uma renomada clínica de cirurgia plástica. Determinado a garantir que sua irmã continue sendo um milagre, o menino parte em uma missão de resgate cheia de cor, novas amizades e música, muita música.

O Grande Urso (Den kæmpestore bjørn)
Recomendado para crianças a partir de 10 anos
País: Dinamarca
Direção: Esben Toft Jacobsen
Ano: 2011
Duração: 73 minutos
Dublado
Jonathan costuma passar as férias na cabana do avô, no meio de uma floresta que inspira histórias repletas de criaturas fantásticas. Dessa vez Jonathan viaja para lá acompanhado de Sophie, sua irmã mais nova, e ele não gosta nem um pouco disso. O garoto tenta a todo custo se livrar da menina e, quando finalmente consegue, não é bem como ele imaginava: ela é raptada por um urso gigantesco! Jonathan precisa trazê-la de volta e para isso toma coragem para entrar na floresta. Ele vai contar com a ajuda de um experiente caçador, mas, para que todos possam se salvar, o destino vai exigir que as crianças se aceitem como irmão e irmã. Filme de estreia de Esben Toft Jacobsen, a animação foi exibida em mais de 50 festivais pelo mundo, como Berlim, Chicago e Annecy, na França.

O Reino do Rei Pena (Resan till Fjäderkungens Rike)
Recomendado para crianças a partir de 8 anos
País: Suécia, Dinamarca
Direção: Esben Toft Jacobsen
Ano: 2014
Duração: 78 minutos
Dublado
Johan e seu pai moram em alto mar há muito, muito tempo, desde que o pequeno coelho consegue lembrar. Foi mais ou menos quando sua mãe desapareceu. Johan gosta de morar na água – ele sabe pescar, mergulhar e arrumar o barco –, mas sonha em poder ancorar em terra firme. Um dia, quando seu pai sai para procurar comida, Johan recebe uma mensagem no rádio do navio que dá uma pista sobre o Rei Pena e o paradeiro de sua mãe. O pequeno coelho, então, embarca sozinho em sua própria aventura por um novo mundo fantástico. A animação foi escrita pelo diretor, Esben Jacobsen, e por Jannik Tai Mosholt, roteirista de “O Grande Urso” e da série “Borgen”.

Quando Brilha o Sol (Når solen skinner)
Recomendado para jovens a partir de 14 anos
País: Dinamarca
Direção: Frederik Barington
Ano: 2016
Duração: 85 minutos
Elenco: Elias Munk, Laura Kjær, Vibeke Ankjær Axværd, Anna Søgaard Frandsen
Legendado
Sofus, 17 anos, convive e luta contra o câncer desde os 8. Internado em uma clínica sem muitas chances de recuperação, ele conhece Sara, que tem a mesma idade e começa a trabalhar no hospital. Com seu jeito direto e desinibido, Sara fascina o rapaz e os dois rapidamente criam um laço, pondo suas vidas em perspectiva. Juntos, cada dia ganha mais sentido e a morte parece bem distante, mas o passado de Sara acaba abalando esse equilíbrio. Este tocante drama adolescente, estreia de Frederik Barington na direção, aborda a importância de se aproveitar cada momento e aceitar as chegadas e despedidas.

Paixão Explosiva (Vindmøllernes Sus)
Recomendado para jovens a partir de 16 anos
País: Dinamarca
Direção: Mads Erichsen
Ano: 2016
Duração: 85 minutos
Elenco: Nikolaj Petersen, Maria Petersen, Elias Munk, Meike Bahnsen
Legendado
Em uma cidadezinha perdida no interior dinamarquês, Thomas tenta sobreviver ao Ensino Médio, mora com a mãe e o irmão e de vez em quando encontra o pai policial. Ele tem uma queda por Vikki, namorada jogo duro do valentão da escola, e uma série de coincidências une todos eles em um plano cruel que fará Thomas repensar seus limites – e ver na prática quais são as consequências de ultrapassá-los. O primeiro longa-metragem de Mads Erichsen mostra a complexidade das paixões adolescentes e como a pressão recebida dos colegas pode ser insuportável.

Eventos especias: 

  • 5/7 (quarta), às 17h: sessão de abertura, pré-estreia de “Peixonauta – O Filme”, seguida de debate com os diretores Célia Catunda e Kiko Mistrorigo
  • 10/7 (segunda), às 14h: meet & greet com os personagens Marina, Zico e Peixonauta na sessão com audiodescrição de “Peixonauta – O Filme”
  • 19/7 (quarta), às 17h: exibição para adolescentes de “Paixão Explosiva”, seguida de debate com Roberta e Taís Bento

 

Peixonauta – O Filme
Recomendado para crianças a partir de 6 anos
País: Brasil
Direção: Kiko Mistrorigo, Célia Catunda
Ano: 2017
Duração: 87 minutos
Áudio original em português
Quando o Doutor Jardim não retorna de uma visita à cidade, Peixonauta, Marina e Zico partem do Parque das Árvores Felizes para resgatá-lo. Quando chegam lá, algo muito estranho está acontecendo: todos os habitantes da cidade sumiram! Para conseguir solucionar esse grande mistério, Peixonauta terá que contar com a ajuda da O.S.T.R.A. (Organização Secreta para Total Recuperação Ambiental) e de todos seus amigos para solucionar a sua mais importante missão. Esta é a primeira história do Peixonauta em longa-metragem, com cenários criados especialmente para a telona.

Amazônia
Recomendado para crianças a partir de 6 anos
País: Brasil, França
Diretor: Thierry Ragobert
Ano: 2013
Duração: 83 minutos
Sem diálogos
Depois que o avião em que estava cai no meio de uma imensidão verde, o pequeno macaco-prego Castanha, criado em cativeiro, se vê sozinho no meio da maior floresta tropical do planeta: a Floresta Amazônica. O macaquinho precisa sobreviver por sua conta no mundo selvagem, onde nunca esteve, e relacionar-se com animais de todos os tipos: insetos, cobras, jacarés, antas, onças e gaviões. Aos poucos, Castanha aprende a viver na floresta, fazendo novos amigos, em especial a macaquinha Gaia. Versão inédita no Brasil, sem diálogos ou narração, utilizada no mercado internacional.

As Aventuras do Pequeno Colombo
Recomendado para crianças a partir de 8 anos
País: Brasil
Diretor: Rodrigo Gava
Ano: 2016
Duração: 88 minutos
Áudio original em português
O ano é 1460, quando a América nem havia sido descoberta – muito menos o Brasil. Preocupado com a situação financeira de seu pai, o jovem Cris (Cristóvão Colombo) sai na caça de um valioso mapa nas mãos do Capitão Bonneville, um terrível mercador de escravos. Auxiliado por seus amigos Léo (Leonardo da Vinci) e Lisa (Mona Lisa), Cris embarca em um navio negreiro e zarpa pelos oceanos atrás de Nautilus, defensor do mítico reino submarino de Atlântida. Teria Colombo descoberto a América em 1492 se tudo isso não tivesse acontecido? O filme brinca com a possibilidade de Colombo e Leonardo da Vinci terem se encontrado na Itália na infância para viverem uma aventura que os levaria de encontro a seus destinos.

Programação:
05/07 – quarta-feira
15:00 – Hannibal & Jerry
17:00 – Peixonauta – O Filme
PRÉ-ESTREIA com debate

06/07 – quinta-feira
15:00 – Amazônia
17:00 – Skymaster

07/07 – sexta-feira
11:00 – Kiwi & Strit – com recreação
15:00 – O Reino do Rei Pena
17:00 – As Aventuras do Pequeno Colombo

08/07 – sábado
11:00 – Jazzoo – com recreação
15:00 – Skymaster
17:00 – Peixonauta – O Filme – LIBRAS
19:00 – Quando Brilha o Sol

09/07 – domingo
11:00 – Animais Animados – com recreação
14:30 – O Reino do Rei Pena
16:30 – O Grande Urso

10/07 – segunda-feira
14:00 – Peixonauta – O Filme – AUDIODESCRIÇÃO + Meet & Greet Personagens
17:00 – Amazônia

12/07 – quarta-feira
11:00 – Jazzoo – com recreação
15:00 – Amazônia
17:00 – O Grande Urso

13/07 – quina-feira
15:00 – O Reino do Rei Pena
17:00 – Paixão Explosiva

14/07 – sexta-feira
09:00 – Oficina para professores (AUDITÓRIO)
11:00 – Animais Animados – com recreação
15:00 – O Grande Urso
17:00 – Quando Brilha o Sol

15/07 – sábado
11:00 – Kiwi & Strit – com recreação
13:00 – Amazônia
15:00 – Oficina DESENHO DE SOM – crianças/adolescentes (CINEMA)
17:15 – Hannibal & Jerry
19:00 – Paixão Explosiva

16/07 – domingo
11:00 – Jazzoo – com recreação
14:30 – As Aventuras do Pequeno Colombo
16:30 – Skymaster

17/07 – segunda-feira
15:00 – Quando Brilha o Sol – LEGENDAGEM DESCRITIVA
(sessão para Ongs e público)
17:00 – O Grande Urso

19/07 – quarta-feira
15:00 – As Aventuras do Pequeno Colombo
17:00 – Paixão Explosiva + DEBATE com Roberta e a Taís Bento do canal “S.O.S Educação”

20/07 – quinta-feira
15:00 – Hannibal & Jerry
17:00 – O Reino do Rei Pena

21/07 – sexta-feira
11:00 – Amazônia

22/07 – sábado
11:00 – Animais Animados – com recreação

23/07 – domingo
11:00 – Kiwi & Strit – com recreação

24/07 – segunda-feira
15:00 – Hannibal & Jerry
17:00 – Skymaster

obs.: Todas as segundas: campanha de arrecadação de brinquedo

Sessões promocionais:

Às segundas-feiras, quem doar um brinquedo novo ou seminovo ganha (até 3) ingresso(s) para uma das sessões daquele dia.

 

SERVIÇO:

  • “BUSTER” – Patrocínio: Banco do Brasil
  • Data: de 5 e 24 de julho de 2017
  • Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB – Cinema
  • Rua Álvares Penteado, 112 – Centro
  • Todos os ingressos: R$ 5,00 (meia entrada)
  • Informações: 11 3113-3651

Horários e classificação indicativa disponíveis no site:

Estacionamento conveniado: Estapar Estacionamentos – Rua Santo Amaro, 272, Centro – R$ 15,00 pelo período de 5 horas. Necessário carimbar o ticket na bilheteria do CCBB.

Translado Gratuito: Uma van faz o translado gratuito entre o estacionamento e o CCBB. No trajeto de volta, tem parada no Metrô República. Embarque e desembarque: Rua Santo Amaro, 272 e Rua da Quitanda, próximo à entrada do CCBB.

 

The following two tabs change content below.

Sam Shiraishi

Cristã, jornalista, mãe de Enzo, Giorgio e Manuela, casada com Guilherme. Paranaense que caiu de amores pela Mooca em 2005. Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena.

Comments

comments

One Reply to “Buster no Brasil: cinema infantojuvenil”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *