Brincadeira de criança (e de cachorro): como é bom!

Se você acompanha o Mãe com Filhos, sabe que estamos em dias especiais, pois de 21 até 28/05 é comemorada a Semana Mundial do Brincar 😉

Lá em casa ainda não temos crianças, mas isso não nos impede de brincar (e muito) com o Billy. Ele é um cachorro de pequeno porte, já com 9 anos e não tem tanta energia para gastar. Mesmo assim, a gente se diverte muito juntos! E isso que somos adultos 😛 Ter animais em casa ajuda no desenvolvimento das crianças e pode ser um estímulo a mais para sair de casa, ir no parque, correr e se exercitar.

Animais de estimação e o desenvolvimento infantil

A convivência com animais de estimação pode contribuir não só para o bem-estar psicológico, mas também para a prevenção e tratamento de várias patologias, com destaque para a melhora da imunidade de crianças e adultos, a redução dos níveis de estresse e da incidência de doenças comuns, como dor de cabeça ou resfriado.
(Sam Shiraishi em A Vida Quer)

Para quem mora em apartamento, como eu, há alguns cuidados especiais que devem ser tomados. Antes de tudo, é importante conhecer o estatuto do seu condomínio. Mas se seu cachorro não está incomodando e os vizinhos estão arrumando confusão, você pode requerer uma liminar no juizado especial cível para garantir que você pode ficar com seu animal.

Os direitos e deveres ao manter um animal no apartamento de acordo com a lei

Não há desculpas para não brincar com seu cachorro e filho/afilhado/sobrinho. No blog da Naturalis – Total Alimentos, por exemplo, há algumas dicas de brincadeiras que você pode fazer com eles no parque, praça ou até mesmo dentro de casa:

  • Pula-pula: muito simples, a criança pega um objeto que o cachorro gosta e segura no alto, para o animal pular  pegar. Hora da recompensa: dar um biscoito ou fazer carinho toda vez que o cachorro conseguir pegar.
  • Procurando objetos: esconda algum brinquedo ou petisco que seu cachorro adora. Só que antes disso, dê para ele cheirar. Toda vez que ele encontrar, dê carinho e demonstre felicidade. Caso ele não encontre, o ajude a chegar até bem próximo do local, para aguçar os sentidos dele e ficar mais fácil de achar.
  • Esconde-esconde: você e a criança podem se esconder do cachorro atrás de uma árvore ou planta e chamar por ele. A brincadeira é um clássico da infância que pode funcionar com seu cãozinho também.

Conhecer o cachorro e a criança é essencial, para entender os limites de ambos. Mas não deixe de brincar bastante, não só nessa semana, como todos os dias. Afinal, já cantava o Molejão: “brincadeira de criança, como é bom, como é bom! Guardo ainda na lembrança, como é bom, como é bom! Paz, amor e esperança, como é bom, como é bom!”

O @maecomfilhos é apoiador oficial da Semana Mundial do Brincar 2017. Quer apoiar também? Basta se envolver em ações que permitam a união de pessoas de idades e culturas diferentes do brincar livre e tratado como um fim em si mesmo, sob todas as formas. E, sobretudo, garantir que o brincar tome conta de espaços públicos e privados, instituições, escolas, ruas e famílias. A inspiração para 2017 é o tema “O Brincar que Encanta o Tempo”. 

The following two tabs change content below.
Sara Martinez, 30 anos, Jornalista, cristã, “mãe” do cachorrinho Billy. Escreve sobre o amor que sente por São Paulo no @pelocentro, onde compartilha dicas da cidade juntamente com sua irmã. Gosta de desenhar palavras coloridas no @fasesinfrases. É maratonista profissional de seriados no Netflix, inscrita em mais canais do que consegue assistir no YouTube e leitora apaixonada. No Twitter e Instagram: @sarafcmartinez.

Latest posts by Sara Martinez (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *