Receita fácil para fazer com filhos: pãozinho roseta

Estou lendo um livro inspirador e virei aqui para “resenhar” com calma, mas quero já comentar com todos porque me fez bem (ao notar que faço boa parte disso, graças a Deus) e me alertou também para o valor dos pequenos gestos de comunhão familiar nas refeições.

Trata-se de “A experiência da mesa –  O segredo para criar relacionamentos profundos“, de Devi Titus. Foi um presente que ganhei de Sara, nossa colunista, mãe do Billy.

Saiba um pouco sobre o livro:

A correria do dia a dia e uma agenda cheia de atividades têm interferido em um dos momentos mais importantes que se pode ter em família: a hora das refeições. A questão não é a alimentação em si, mas o compartilhar entre as pessoas, o investimento nos relacionamentos que a mesa nos proporciona. Devi Titus desvenda a importância da mesa nas Escrituras e compartilha com você a bênção de se investir nestes momentos em família, com amigos e pessoas queridas, na construção de relacionamentos mais fortes e sadios.

Aqui tem alguns insights do livro:

  • Cada vez que damos graças pelo alimento, incluímos outra presença à mesa: Deus chega para jantar.
  • Quando separamos tempo para reunir a família em volta da mesa, a presença de Deus nos encontra ali, e ele é capaz de operar dentro do coração humano aquilo que não somos capazes.
  • Não faz diferença se sua mesa de jantar é arrumada para dois ou para doze. A presença divina à mesa não depende do número de pessoas, da qualidade da comida, da apresentação dos pratos ou da arrumação da mesa.
  • Se queremos preservar e proteger nosso lar, nosso casamento e nossa família, se desejamos desfrutar o potencial oculto que nos tem escapado e se queremos restaurar um princípio básico estabelecido por Deus há milhares de anos, é hora de prepararmos a mesa!
  • Quando fazemos nossa parte e nos assentamos à mesa, seja com familiares e amigos, seja a sós, o Pão da Presença (Jesus) se encontra conosco e atua em nosso coração.
  • Uma das estratégias mais eficazes do Mal consiste em nos manter tão ocupados que não ficamos mais em casa. Ele nos distrai, assegurando que estejamos tão ocupados fazendo coisas boas que não tenhamos tempo para chegar a nossa casa e arrumar a mesa.
  • À mesa, experimentamos o Pão da Presença, a presença redentora de Jesus que fortalece nosso casamento, une a família e alimenta o coração.
  • A mesa de jantar é o único lugar em que a família se senta a um metro de distância, face a face, e conversa de trinta minutos a uma hora. É o lugar em que a alma é alimentada e o caráter, formado. É ali também que a presença sobrenatural do próprio Deus vem para operar em nosso coração.
  • Provérbios 9.2 diz: “Matou animais para a refeição, preparou seu vinho e arrumou sua mesa”. Este é o princípio que podemos aprender: agimos com sabedoria ao preparar o jantar e arrumar a mesa. É importante planejar com antecedência e pensar no que nossa família terá para comer.
  • Se é nosso desejo experimentar a presença redentora de Jesus, o Pão da Presença, encontrando-se conosco em nosso lar, precisamos dar um jeito de estar em casa e arrumar a mesa.
  • Tito 2.5 nos diz que as mulheres devem ficar ocupadas em casa. É claro que isso não quer dizer que as mulheres devem ser escravas do lar, nem que precisam ficar em casa o dia inteiro, todos os dias. A ideia de “estar ocupada” em casa significa que você recebeu de Deus a responsabilidade de supervisionar seu lar e mantê-lo em funcionamento adequado para a honra do Senhor.
  •  Não importa qual refeição vocês escolham para comer juntos de maneira regular; o importante é passar tempo uns com os outros em volta da mesa.
  • Converse com seu cônjuge e encontre uma maneira de reunir sua família ao redor da mesa com regularidade.
  • Uma maneira de transformar a mesa num lugar prazeroso é usar pratos, toalhas e jogos americanos bonitos. Sugiro que, às vezes, você use porcelana ou seus melhores pratos com sua família, para que cada um se sinta tão importante quanto um convidado especial.

E para animar sua família nesta experiência da mesa, eu deixo uma receita de pãezinhos que Manu e eu inventamos para o lanche nesta semana.

A receita original da minha vó era com sementes de papoula, mas a chia fez bonito.

E essa (milagre!) tem receita, não fiz “a olho” como sempre.

Ingredientes:

  • 3/4 xícara de leite
  • 1 tablete de fermento biológico
  • 1/4 xícara de manteiga
  • 4 xícaras de farinha de trigo
  • sal a gosto

Modo de preparo:

Depois de sovar e crescer até dobrar de tamanho, faça bolinhas, achate-as e faça cortes com uma tesoura! Passe manteiga e salpique chia na parte de cima.

Deixe dobrar de tamanho novamente e asse em forno médio por uns 30 minutos.

Bom apetite!
🍞🥐

 



 

Sam Shiraishi

Cristã, jornalista, mãe de Enzo, Giorgio e Manuela, casada com Guilherme. Paranaense que caiu de amores pela Mooca em 2005.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena.

The following two tabs change content below.

Sam Shiraishi

Cristã, jornalista, mãe de Enzo, Giorgio e Manuela, casada com Guilherme. Paranaense que caiu de amores pela Mooca em 2005. Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena.

Latest posts by Sam Shiraishi (see all)

Comments

comments

One Reply to “Receita fácil para fazer com filhos: pãozinho roseta”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *