Brincadeiras para celebrar a nova estação: outono chegou!

A semana começou com uma mudança significativa, pois trouxe com ela a chegada da minha estação do ano favorita, o Outono. Como ia contando aqui para meus pequenos, essa estação vem após o verão, época em que brincamos muito nas áreas externas de convívio, praticando #lazercomfilhos na praia, no clube, no calçadão, parques e montanhas, mas vem seguido por uma outra estação, o inverno, época em que ficamos mais reclusos e escolhemos passeios e opções de lazer mais protegidos das baixas temperaturas. No Hemisfério Sul, o início do outono ocorre entre os dias 20 e 21 de março e o seu término acontece entre 20 e 21 de junho.

Vale lembrar que, assim como todas as estações do ano, o outono é mais diretamente sentido e percebido nas zonas da Terra situadas mais ao norte e mais ao sul. Nas áreas equatoriais, de latitudes baixas, a divisão do ano em quatro estações não é tão perceptível em termos práticos e empíricos. Porém, aqui aonde estamos (região sudeste) e mais ainda onde vivem os avós ( região sul), a passagem do outono realmente traz mudanças marcantes e que estimulam nossa criatividade… Diria que, aqui em casa, somos instigados a resgatar receitas culinárias e passamos a criar muito mais com artesanatos, costuras, colas e picotes de um modo geral.

Aliás, do ponto de vista cultural, o outono é tratado como “uma estação que inspira beleza, mas também a melancolia e a transição entre um acontecimento e outro, sendo considerado por muitos como um tempo de mudança”. Imagens de quedas de folhas e de árvores “nuas” também se vinculam artisticamente a essa estação, embora esse tipo de paisagem não se manifeste exatamente dessa forma em todos os lugares, sendo mais comum nos países do Hemisfério Norte.

São características do outono:

  • Noites gradativamente mais longas que os dias à medida que a estação avança, pois trata-se de um período de transição entre o equinócio e o solstício de inverno;
  • Aumento da incidência de ventos (sempre um prazer, mas há de se cuidar com os ouvidos);
  • Redução gradativa das temperaturas (quando comemoramos a volta de botas e casacos queridos);
  • Maior incidência de nevoeiros pela manhã (e àqueles atrasos habituais em nossos vôos);
  • Diminuição da umidade do ar (e a incidência de problemas respiratórios especialmente nas crianças);
  • Em alguns tipos de vegetação, ocorre a queda das folhas para adaptação à mudança de clima e também em razão da diminuição da fotossíntese diante da menor incidência de iluminação solar;
  • No Brasil, ocorre uma queda de temperatura nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Nessa última região (e também nas regiões serranas), podem acontecer algumas geadas e, eventualmente, neve, o que sempre é muito comemorado, especialmente pelos turistas e pela rede hoteleira.

Mas, feita essa contextualização toda, o que muda e que chega de bom com o Outono? Aqui em casa, chegam as atividades criativas com folhas secas, como xilogravura, colagens e o trabalho de pintura com rochas, massinhas de modelar e afins. Os meus guris adoram e eu me flagro lembrando de muitas colagens que fazia ainda menina, quando morávamos em casas (e, concordem comigo, a vida é outra quando se tem crianças em apartamento) reunindo folhas secas de diferentes plantas, sementes e até mesmo terra. Era uma momento de contemplação da natureza com uma mistura de farra boa, em que mãos e roupas saíam sujos de terra, mas tinham cheiro de alegria.

Lembrei agora que à época dos meus 11 anos, uma artista plástica amiga de minha mãe, exibia numa galeria chique de nossa cidade, seu acervo de peças (quadros) com o conceito de folhas secas e aquarela, em gravuras que preconizavam os elementos da natureza (ar, terra, fogo e água) bem como as quatro estações do ano (primavera, verão, outono e inverno) e estranhamente, pensava eu como criança, ela ganhava muito dinheiro enquanto eu fazia “as minhas próprias gravuras” e não expunha em lugar nenhum… Hoje, rio alto porque era uma reflexão interessante para a idade. Mas, por certo, àquela artista me inspirou a criar, o que já é um grande feito.

Enfim, voltando a falar das muitas opções de lazer para a ocasião de celebrarmos o Outono, fiz umas pesquisas no Pinterest (rede social que eu amo) e trago para cá algumas sugestões interessantes que já envolveram outras mães e filhos ou ainda professoras e alunos igualmente criativos. Curtam as fotos e bons trabalhos por aí!

 

The following two tabs change content below.
Paranaense de coração, vivendo há 10 anos na conexão Rio/Niterói. Sou Relações Públicas, especialista em gestão de pessoas. Abraço a maternidade em tempo integral na minha jornada como mãe do @guri_feliz #aos9 e do @guri_valente #aos4. Fotógrafa nas horas livres e paparazzi dos filhos, também amo cinema, sou muito fã da cultura pop, quadrinhos e seriados de TV. Com Caio e Vicente inventamos muito #lazercomfilhos e artes de um modo geral! E se sobra tempo, a gente se joga nas viagens...

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *