Que tipo de livro é indicado para cada faixa etária?

Nós somos leitoras compulsivas, hábito que é da família toda – da biblioteca do avô jornalista aos livros em japonês da Batian – e felizmente nossos filhos seguem na mesma linha.

Também somos as tias dos livros, pois em todo aniversário é esse o presente que damos.

Por isso, sempre nos pedem dicas de obras para crianças.

Eu costumo perguntar:

– Quais são os interesses? Do que gosta?

Ler sobre o que gostamos é muito mais prazeiroso. Carrinhos, animais de estimação, princesas, heróis, jogos. É fácil encontrar leituras de quase todos os assuntos!

Em cada fase de amadurecimento da pessoa, é importante não exagerar (na cobrança para a criança ler), para que a leitura não seja cansativa e que realmente desperte o interesse.
Hoje trazemos essas orientações da Secretaria de Cultura de São Paulo.

– Dos 5 aos 9 anos

É, talvez, o período mais lúdico da criança, onde tudo é fantasia. Investir em literaturas que falem de mágica a deixará ainda mais encantada, fortalecendo o hábito de procurar um livro. Procure os livros com fábulas, lendas e contos. Poesias, cantigas e trava-línguas são excelentes apostas nessa fase. Prepare um cantinho da leitura em casa, assim a criança vai se acostumando com a atividade.

– Dos 9 aos 12 anos

É a partir dos 9 anos que a criança começa a figurar no mundo concreto. Não se pode deixar de lado a leitura fantasiosa, mas é necessário que a leitura do cotidiano faça parte do seu dia a dia. Uma boa sugestão é a leitura carregada de aventuras, ficções científicas e enigmas.

– Dos 12 aos 14 anos

Com a pré-adolescência vem também a consciência da própria personalidade. Os pais/responsáveis devem tomar cuidado com os tipos de leitura, uma vez que a formação das amizades pode desenvolver atitudes agressivas como reação a algumas situações. Geralmente, o interesse desse grupo está em histórias sensacionalistas e também em roteiros sentimentais. Uma boa é incentivar a leitura por aventuras e a brincadeira com jogos de RPG.

– Dos 14 aos 17 anos

A partir dos 14 anos o adolescente tem total controle do que quer escolher para ler, de acordo com características de sua personalidade. É justamente por ter certeza do que quer ler que o adolescente precisa de uma ajudinha de algum adulto, para que a leitura não se torne tentativas frustaradas.

Com base nas dicas que postamos hoje, vale reforçar uma: o ideal é estimular atividades de leitura em todas as idades. O livro possibilita aprendizado, conhecimento, diversão e até mesmo viagens para qualquer canto do planeta.

The following two tabs change content below.

Sam Shiraishi

Cristã, jornalista, mãe de Enzo, Giorgio e Manuela, casada com Guilherme. Paranaense que caiu de amores pela Mooca em 2005. Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *