Afinal, para quê serve o Jardim de Infância?

Jardim de infância é um termo criado pelo alemão Friedrich Froebel (1782-1852), que foi um dos primeiros educadores a se preocupar com a educação de crianças. Na tentativa de criar um espaço singular para que um tipo especial de educação fosse realizado por algum tempo pensou em uma palavra que pudesse explicar esse espaço, denominado por ele Kindergarten, ou “Jardim de infância” em português. A ideia de criar um “jardim da infância” parte do princípio de que as crianças devem ser cultivadas e cuidadas assim como os jardineiros participam no processo de desenvolvimento das plantas.

🙂

Lindo, não é mesmo?

Mas a cada dia o jardim de infância se torna mais uma escola no sentido mais pesado da palavra, um espaço para trabalhar competências que poderão ser úteis não na vida, mas no “mercado”.

E nisso, a brincadeira se vai! O lado humano fica pequeno perto das coisas!

Gostei muito da fala que trago no vídeo abaixo, do psicólogo, psicoterapeuta e psicanalista, doutor em Psicologia clínica pela Universidade de Coimbra, Eduardo Sá.

Creio que vai agradar a vocês também!

“Quem não sabe brincar, não sabe pensar”, defende o psicólogo Eduardo Sá, para quem devia ser “obrigatório” brincar todos os dias. As declarações, em entrevista Pais&filhos/TSF a propósito do seu último livro “Hoje Não Vou à Escola!”, surgem a propósito da “utilidade” do jardim-de-infância, um espaço que, diz, deveria servir sobretudo para praticar educação física, desenhar, brincar… e contar histórias. Porque “quanto mais transformamos a realidade numa história, mais matizamos o pensamento de afeto”.

Veja as declarações do psicólogo Eduardo Sá à revista Pais&filhos/TSF:

Gostou? Estou de olho nestes livros dele:

 

 



The following two tabs change content below.

Sam Shiraishi

Cristã, jornalista, mãe de Enzo, Giorgio e Manuela, casada com Guilherme. Paranaense que caiu de amores pela Mooca em 2005. Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena.

Comments

comments

2 Replies to “Afinal, para quê serve o Jardim de Infância?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *