AquaRio é show!

Sobre a nossa visita ao AquaRio, fim de semana passado. Foi uma aventura, porque mais de 30 minutos na fila (e na chuva) para estacionar já desanimaria qualquer um. E esse é um detalhe importante: após estacionar, os visitantes precisam sair a pé pela entrada do estacionamento pois seu funcionamento e gerenciamento ocorrem de modo independente do AquaRio. (Custo de 25,00 para quem comprou o ingresso anual, mediante apresentação da carteirinha de sócio).

15034609_353299455030092_2196757119137480704_n Sobre o Aquário em si, senti falta de um tanque de tartarugas e também de maquetes, ossadas e outros exemplos da vida marinha. Parei em dados momentos para contemplar os tanques, mas me vi idealizando como ficaria o local se houvessem também exemplares como os cascos e exposições contra a poluição dos mares feito nas sedes do Projeto Tamar me todo o país e, mais pertinho de nós, os itens do Museu Nacional de História Natural, na Quinta da Boa Vista, com sua lula gigante e diversos esqueletos, impressionado os visitantes.

Mas o que há de bom? Todo o resto é maravilhoso. Entramos com acesso fácil a partir da compra do passaporte anual (2 adultos e 2 crianças) e fácil também foi o cadastro, com identificação biométrica e foto do associados e todos os dependentes. Super organizado. A identificação pela digital é exigida no início do passeio e garante tanto o seu controle quanto o do AquaRio. Na saída, não se faz necessário, até porque a saída acontece após a passagem pelos estandes de suveniers, ou seja, as mãos podem estar cheias de sacolas de lembranças…

Sobre o decorrer do passeio, nós curtimos muito o esqueleto da baleia logo no hall de entrada e mais ainda os exemplares de peixes e arraias em diferentes tanques. As anêmonas obedecem uma sincronia de movimentos que encanta a todos e, no caso de fãs do peixinho Nemo (peixe-palhaço), elas são vistas com outros olhos… E os corais? Esses são de tirar o fôlego e a gente se pergunta (especialmente quem não é chegado em mergulho, como eu) se é mesmo possível tantas cores, congruências, texturas e formas como as utilizadas ali nos cenários (casas) do AquaRio. Um verdadeiro arco-íris.

Estão de parabéns e devagar, acho que ficará tudo ainda mais bonito com a adaptação completa dos bichos e seu crescimento. Água vivas, por exemplo, pareceram pequenas e há a explicação de que os exemplares são mesmo “jovens”.

A deixa que faltava para voltarmos todo mês e acompanharmos esse crescimento e até a reação do público. Tendo ido nesse primeiro fim de semana, vimos que os visitantes estavam em polvorosa, mas também pudera, o lugar estava sendo muito aguardado.

Recomendo muito! 🐠🐟🐡🦀

E assim como eu já comentei com vocês, meses atrás, este novo espaço de lazer e cultura em terras cariocas, não é algo exclusivamente para olhar e contemplar. A proposta vai muito além disso, com exposições e motivação educacional… Transcrevo abaixo um trecho da sua apresentação e vocês verão que o lugar (e sua equipe técnica) merecem uma visita.

“Com 26 mil m2 de área construída e 4,5 milhões de litros de água, o AquaRio é o Maior Aquário Marinho da América do Sul e terá até 8 mil animais de 350 espécies diferentes em exposição. Diversas atrações inéditas, recintos e tanques grandiosos e toda a infraestrutura necessária proporcionarão um entretenimento educativo e prazeroso ao público.

Uma das maiores atrações do AquaRio é o tanque principal, o Recinto Oceânico e de Mergulho. Com 3,5 milhões de litros de água, sete metros de pé-direito e um túnel passando por seu interior, a combinação da impressionante massa d’água com a grande quantidade de peixes proporcionará uma experiência incrível e usualmente pouco acessível à grande maioria: a oportunidade de participar de um mergulho real com peixes, raias e tubarões. Além disso, há mais 24 tanques secundários e áreas específicas (três tanques de toque) onde o público, especialmente as crianças, poderá interagir com alguns dos animais expostos.

O AquaRio tem um grande componente tecnológico: o Aquário Marinho Virtual. São instalações que permitem total interatividade para que o visitante tenha acesso a conceitos e informações sobre as espécies que não podem ter contato direto com o público, por motivos de segurança, saúde pública ou mesmo para evitar estresse aos animais.

O AquaRio tem também um forte componente museológico: o Museu de Ciências. Exposições permanentes e temporárias sobre os mais variados temas relacionados ao ambiente marinho e aquático estarão disponíveis para agregar mais conhecimento ao visitante e para garantir a preservação de acervos e coleções científicas.

Por meio de suas instalações e equipamentos, o AquaRio dará suporte a um Centro de Educação Ambiental, que promoverá programas, eventos, festivais e cursos relacionados às questões ambientais, e a um Centro de Pesquisa Científica, que, a partir do manejo e manutenção dos animais em cativeiro, realizará pesquisas científicas nas diversas áreas da biologia e da veterinária em contato direto com Universidades e Centros de Pesquisa”.externo-1Direção e Responsabilidade Técnica do AquaRio – Marcelo Szpilman 

Mais informações no site oficial. 

Se estiverem curiosos, no nosso Instagram @maecomfilhos tem vários curtinhos…

15034702_153027931836546_6018957539297722368_n

img_7010img_7013 img_7036 img_7083

The following two tabs change content below.
Paranaense de coração, vivendo há 10 anos na conexão Rio/Niterói. Sou Relações Públicas, especialista em gestão de pessoas. Abraço a maternidade em tempo integral na minha jornada como mãe do @guri_feliz #aos9 e do @guri_valente #aos4. Fotógrafa nas horas livres e paparazzi dos filhos, também amo cinema, sou muito fã da cultura pop, quadrinhos e seriados de TV. Com Caio e Vicente inventamos muito #lazercomfilhos e artes de um modo geral! E se sobra tempo, a gente se joga nas viagens...

Latest posts by Tiffany Stica (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *