Criança precisa mesmo de polivitamínico?

Recebemos um presskit fofo da EMS com escala de altura e informações sobre as vitaminas na infância.

Eu usei polivitamínicos minha infância toda e, por conta da intolerância à lactose, faço reposição de cálcio até hoje #aos43.

Mas, felizmente, a alimentação saudável e regrada em casa garante que meus 3 filhos não tenham essa necessidade. Que bom, né?

 

 

 

 

E aí? As crianças vão bem sem reposição ou já precisaram por algum motivo?

 

E para quem tem dívidas ou quer se informar antes de conversar com o médico da família, deixo aqui um material do site Pediatria em foco:

É inegável que as vitaminas são fundamentais, mas a natureza encarregou-se de as distribuir de tal forma por tantos alimentos que é difícil nos países ocidentais uma criança ficar deficiente em alguma delas.
Apesar dos progressos que se têm verificado na difusão de conhecimentos sobre saúde infantil entre os pais, alguns mitos têm tendência para persistir ao longo do tempo. Os suplementos de vitaminas são um deles. Sem saber bem porquê, são muitos os pais que, nas mais diversas situações, não resistem a fazer a pergunta: Então e não podemos dar uma vitaminas?, como se essas substâncias fossem a cura milagrosa para situações como a falta de apetite, as infecções ou a preguiça.
O que são as vitaminas? De uma maneira geral, todos sabem que os principais elementos da alimentação de crianças e adultos são as proteínas, os açúcares e as gorduras. São eles os constituintes fundamentais do nosso corpo, pois todos são indispensáveis para dar forma e energia a todos os nossos órgãos.
Mas, além destes elementos, no entanto, o organismo necessita também de outras substâncias, embora em pequenas quantidades, para que possa funcionar sem problemas e da melhor forma possível. Entre essas outras substâncias incluem-se as vitaminas.
As vitaminas não funcionam como constituintes do nosso corpo ou como fonte de energia, mas são indispensáveis para que ele possa funcionar. Apesar de existirem no corpo em quantidades mínimas, cada vitamina tem um papel importante no funcionamento de alguma parte do organismo ou na formação de determinado tecido ou órgão.


Por essa razão, todas as vitaminas são importantes para situações tão diferentes como a estrutura dos ossos, a resistência dos dentes, a cicatrização de feridas ou a interrupção de uma hemorragia devido a um corte.
O problema é que o nosso corpo não é capaz de fabricar vitaminas. Por isso mesmo, temos de buscá-las nos mais diversos alimentos. No entanto, as necessidades de vitaminas são tão pequenas que uma alimentação equilibrada é tudo o que necessitamos para manter os níveis de vitaminas adequados.

The following two tabs change content below.

Sam Shiraishi

Cristã, jornalista, mãe de Enzo, Giorgio e Manuela, casada com Guilherme. Paranaense que caiu de amores pela Mooca em 2005. Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena.

Latest posts by Sam Shiraishi (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *