Advogado salva casamento com bilhete

O advogado Rafael Gonçalves,  São Sebastião do Paraíso (MG),  perdeu uma cliente, mas ganhou a felicidade de unir um casal em crise e virou uma espécie de ‘conselheiro amoroso’ após contar a história em seu perfil no Facebook.

Em entrevista ao portal da RedeTV!, o advogado, que exerce a profissão há dois anos, explicou que foi procurado por uma mulher que queria dar entrada no divórcio. Ele afirma ter estranhado o fato de ter sido procurado por ela, pois é comum que mulheres recorram a advogadas nesse tipo de situação.

Enquanto conversavam, ele notou que o divórcio talvez não fosse a melhor solução para aquele casamento.

“Vi que ainda havia um carinho. Ela contou que ele tinha deixado de ser a pessoa que era antes do casamento, que não a surpreendia mais e que havia mudado, mas que ainda gostava dele.”

Diante disso, ele fez uma proposta. No papel em que anotou os documentos necessários para o processo legal de separação, Rafael escreveu também quatro perguntas que a mulher deveria se fazer antes de prosseguir. “Expliquei as perguntas, e disse para ela pedir para o marido responder também”, relembra ele.

Com perguntas como “eu fiz tudo para salvar o meu relacionamento”, ele queria propor uma reflexão ao casal e evitar que tomassem uma decisão precipitada em tempos de crise conjugal. Caso ela respondesse ao questionário e ainda considerasse que o divórcio era, sim, a solução, ela deveria voltar ao escritório para iniciar o processo.

20160225141430czzuw9pvlr-1-368x500-1

Dias depois, o advogado ficou surpreso ao receber uma visita no escritório. “Ela voltou para agradecer com o marido e devolver o papel”, diz ele. O casal havia percebido que enfrentavam uma crise momentânea, que poderia ser resolvida pelos dois.

Diante da repercussão da história, que teve mais de 50 mil compartilhamentos na rede social, Rafael garante que somente fez o que aprendeu na faculdade: intermediar um conflito e ajudar a resolvê-lo antes de seguir para o campo jurídico – e sem cobrar um centavo por isso.

“Perdi um cliente, mas ganhei um casal de amigos. Ficou assustado de ver as pessoas se impressionaram tanto, porque as pessoas deveriam ser boas o tempo todo.”

O advogado, que estuda para tornar-se juiz, conta que tem o costume de compartilhar casos interessantes em sua conta na rede social, mas dessa vez a repercussão foi maior.

Depois que a história começou a ser espalhada, Rafael passou a receber centenas de mensagens – nos comentários, por e-mail e WhatsApp – a maioria sobre relacionamentos em crise.

O advogado diz que essa não é a primeira vez que consegue ajudar um casal dessa forma, e que, quando percebe que ainda há solução, aconselha tentar de tudo antes de dar entrada no divórcio.

“Você tem que tentar até a última opção.”

Para quem está prestes a casar, Rafael dá um conselho que pode salvar o casamento em um momento difícil: “Pegar uma folha e escrever ali todos os motivos que fizeram os dois chegarem ao casamento. Anotar as brigas, momentos bons e quando superaram dificuldades”, indica ele. “Num momento de crise, basta pegar a folha e relembrar isso”.

Rafael ainda afirma que as pessoas não devem deixar ninguém ‘meter a colher’ no relacionamento, que cabe apenas aos envolvidos.

“Eles não devem se deixar influenciar por amigos e colegas, principalmente por aqueles que são divorciados e costumam ‘puxar os outros. Só podem influenciar o relacionamento aqueles que farão parte dele para sempre: o casal e os filhos.”

Fonte: Rede TV

The following two tabs change content below.

Sam Shiraishi

Cristã, jornalista, mãe de Enzo, Giorgio e Manuela, casada com Guilherme. Paranaense que caiu de amores pela Mooca em 2005. Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *