O presente que deixamos para todos

Um filho entra junto com seu pai em um pequeno restaurante de bairro, planejando dividir com ele um belo almoço e uma tarde agradável. Seu pai já é bem idoso e tem certa dificuldade de controlar o movimento de seus braços e mãos. Portanto, enquanto come, ele derruba pedaços de alimento por todo lado, sujando sua roupa e o chão. Os outros clientes parecem incomodados, e olham para os dois com cara de nojo. Mas o filho não se abala, e segue conversando com seu pai num tom calmo e relaxado.

Quando ambos terminam de almoçar, o filho levanta sem demostrar nenhum sinal de constrangimento, e segue com seu pai em direção ao toalete. Lá dentro ele limpa os restos de comida do rosto enrugado do idoso, tenta remover as manchas da sua roupa, e ajeita com carinho seu cabelo e seus óculos tortos.

No momento em que ambos deixam o banheiro, o restaurante está em completo silêncio. Ninguém entende porque estes dois homens se sujeitariam a tal vexame. Se dirigindo ao garçom, o filho paga a conta e segue em direção a saída. Quando os dois estão quase na porta, um senhor se levanta de repente e pergunta: 

– Você tem certeza de que não está deixando nada para trás?

O filho, surpreso, responde:

 – Não, não estou.

O estranho retruca: 

– Você está sim deixando algo aqui. Você acabou de deixar um exemplo para todos os filhos presentes neste restaurante, além de deixar esperançosos os seus pais.

Esta é uma bonita lição. Apesar de às vezes não pensarmos nisso, poder cuidar daqueles que um dia cuidaram de nós é uma grande honra. Nossos pais se esforçaram a vida toda para nos criar da melhor maneira possível, com amor e paciência. Quando ficam mais velhos, são eles que precisam da nossa dedicação, e merecem todo o nosso respeito nesta última etapa de sua existência. 

The following two tabs change content below.

Sam Shiraishi

Cristã, jornalista, mãe de Enzo, Giorgio e Manuela, casada com Guilherme. Paranaense que caiu de amores pela Mooca em 2005. Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena.

Latest posts by Sam Shiraishi (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *