Hospital infantil usa jogo Pokémon Go para tirar pacientes do leito

A gente se derrete muito com histórias inspiradoras. Desde criança somos do tipo que “chora em comercial de margarina” e fica recontando casos bonitos que ouviu por aí.

Há alguns dias, a Tiffany compartilhou no blog uma iniciativa super bonita, de uma brincadeira com o personagem Wally, num hospital americano.

Hoje eu é que dividi uma visita querida que a Turma da Mônica fez a um hospital em São Paulo.

E vejam só, nem o jogo do ano ficou de fora. Super novidade – chegou no Brasil no começo de agosto – Pokemon Go já mudou a rotina de crianças num hospital nos EUA.

A equipe do C.S. Mott Children’s Hospital apresentou às crianças o game do momento, o Pokémon Go, e atingiu dois grandes objetivos com a novidade: fez os pequenos saírem de seus leitos e começarem a interagir entre si. 


De acordo com JJ Bouchard, gerente de mídia digital do hospital e especialista em vida de crianças, a iniciativa mudou completamente a dinâmica entre os pacientes. Eles, inclusive têm se ajudado, tirando fotos uns dos outros com os pokémons. E as crianças têm muita atividade pela frente: há várias Pokespots no hospital, incluindo uma estátua de Big Bird que está marcado como um ginásio Pokemon! 


(A notícia e do USA Today e vimos no Extra)

Veja também no blog: dicas para que as crianças joguem Pokémon Go em segurança

The following two tabs change content below.

Sam Shiraishi

Paranaense, Jornalista, mãe de Enzo, Giorgio e Manuela. Mooquense de coração. Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *