Sesc Itaquera terá apresentações gratuitas de circo nessas férias

 

Eu já tinha contado aqui do programa gratuito de férias do Sesc Itaquera que terá como tema este ano o Circo. Quando o fiz, não imaginava que o tema seria abordado de forma bem mais ampla pela unidade.

Sesc Itaquera apresenta, a partir de 09 de Julho (sábado), programações circenses do projeto “Circo Daqui & Dali”. São oito espetáculos diferentes, incluindo um inédito na cidade, com companhias de Minas GeraisPernambucoParaná e São Paulo, que acontecem em uma grande lona de circo, instalada na unidade especialmente para a programação.
O projeto “Circo Daqui & Dali” propõe uma ampla programação circense, buscando divulgar, resgatar e valorizar a linguagem, entendendo-a como manifestação da identidade cultural brasileira.  Para isso, o projeto contempla diversos tipos de apresentações, tanto tradicionais, com palhaços, mágicas e malabares, como números contemporâneos, com histórias envolvendo dança, música e atuação. 
Outro diferencial do “Circo Daqui & Dali” é a lona instalada no Sesc Itaquera para receber os espetáculos. Nela, a cada espetáculo uma configuração diferente será revelada, desde a tradicional disposição da plateia em um circo, até inovações, como o público no meio da estrutura.
A arte circense é uma das mais antigas da história da humanidade, e funcionou ao longo do tempo como porta de entrada para a descoberta da experiência cultural, propiciando novas oportunidades de vivências e encantamentos, seja pela identificação com seus personagens e realizações sobre-humanas, seja por relembrar de forma lúdica a fragilidade da condição humana. 

Neste contexto, o projeto incentiva o descobrimento, a contemplação, a experimentação e a discussão sobre o circo de grandes centros como São Paulo, Belo Horizonte, Pernambuco e Curitiba, além de possibilitar o intercâmbio com as produções e seus processos de aprendizagem, especialização e profissionalização. 
As atividades do projeto buscam resgatar e valorizar a arte circense, contribuindo efetivamente para a difusão e formação de público para o circo, além de favorecer a preservação da memória.

SERVIÇO: “Circo Daqui & Dali”
Quando: de 09 de julho a 28 de agosto
Onde: Sesc Itaquera | Avenida Fernando Espírito Santo Alves de Mattos, 1000 Tel: 11 2523 9200
Espaço da Unidade: Circo – Lona especialmente montada na Unidade.
Capacidade por apresentação: 245 pessoas
Ingressos: Grátis
Julho: Sábados às 14h e Domingos às 11h30
Agosto: Sábados às 14h e Domingos às 11h30, e dias 24 (quarta-feira) às 10h e 14h e 25 (quinta-feira) às 14h

Programação “Circo Daqui & Dali”:

Haru – A Primavera do Aprendiz – (PE)
09/07 (sábado) às 14h
10/07 (domingo) às 11h30 e 15h30
Um jovem aprendiz sem consciência do seu potencial procura orientação de um mestre para aperfeiçoar seus truques de ilusionismo. Ele não sabe, mas o mestre também está em busca de um sucessor.
O aprendizado ocorre numa tenda colorida, inspirada na feira de Caruaru, cidade-natal do mágico RaphaSantacruz, e é enriquecido com referências de feiras do Oriente Médio, Japão e Marrocos, o que confere um caráter mais universal ao cenário.
Duração: 50 minutos: Indicação etária: livre

Carta Branca – Cia do Relativo -(SP)
15/07 (Sexta) às 19h30 (Grupo Fechado –SescEmpresa)
16/07 (sábado) às 14h
17/07 (domingo) às 11h30 e 15h30
Quatro artistas. Uma sala, uma só parede. Em espetáculo inédito na cidade, vemos um cenário inconstante, transformado continuamente por aqueles que capturam a narrativa. Uma história construída entre o malabarismo e a acrobacia, entre o silêncio e o som do acordeão.
 Duração: 50 minutos. Recomendação a partir de 10 anos.
Cia do Relativo é um coletivo de artistas que acreditam na reinvenção do circo como forma de dialogar com o tempo atual, apostando que, ao desmistificar sua estrutura, é possível aproximar-se do público de uma forma mais humana.

Concerto em Ri Maior – Cia dos Palhaços – (PR)
23/07 (sábado) às 14h
24/07 (domingo) às 11h30e 15h30
O maestro e palhaço Wilson Chevchenco apresenta um concerto baseado em sua origem russa e conta com a ajuda de Sarrafo, seu fiel amigo, para executar as obras de sua família e ser compreendido pela plateia, já que não fala o idioma português.
Duração: 60 minutos. Recomendado para todas as idades.
Cia dos Palhaços é um grupo de circo-teatro-música cuja pesquisa é focada na arte do palhaço, do circo, da comicidade, da música e da improvisação, primando pela excelência artística. O grupo nasceu em 2004 e hoje é gerido por três artistas: Eliezer Vander Brock, Felipe Ternes e Nathalia Luiz.

Vizinhos – Cia Artinerant’s – (SP)
30/07 (sábado) às 14h
31/07 (domingo) às 11h30 e 15h30
A relação entre dois colegas de quarto pode estar por um fio, literalmente, quando a mulher se equilibra e caminha pelo varal da casa onde moram. Objetos de uso diário ganham novos significados para mostrar, por meio de números circenses, as dificuldades que enfrentamos em nosso dia a dia. Para escapar da rotina, eles recriam o cenário de sua vida comum com jogos cênicos que misturam acrobacias, equilíbrio, humor e poesia.
Duração: 50 minutos. Recomendação a partir de 14 anos.
Artinerant’s– arte em movimento – é um grupo criado por Daniel Pedro e Maíra Campos, que trabalham juntos desde 2003 no CircoZanni. Já realizaram juntos, com o Circo Zanni, inúmeras temporadas com espetáculos inéditos, participando de festivais e mostras, além de editais culturais e incentivos fiscais. Em 2013 a dupla se uniu e começou a desenvolver um trabalho com o objetivo principal de levar a arte circense às ruas e teatros de diferentes locais e cidades.

Espetáculo Circense Clássico – Corpo Mágico (Campinas – SP)
05/08 (Sexta) às 19h30 –(Grupo Fechado -Sesc Empresa)
06/08 (sábado) às 14h
07/08 (domingo) às 11h30 e15h30
Show de variedades circenses que segue a linha do circo clássico, com números virtuosos e cômicos. A proposta é transmitir ao público o encanto e a magia do universo circense. Participações dos tradicionalíssimos palhaço Biribinha e do Mágico Rokan.
Duração: 50 minutos. Recomendado para todas as idades.
Cia Corpo Mágico realiza eventos circenses na linha do circoclássico, contemporâneo e performático através de espetáculos, apresentações, oficinas e vivências pedagógicas.Daniela Helena Calça é licenciada em educação física pela universidade de Campinas (Unicamp) e artista circense profissional.  Fausto Henrique de Oliveiraé sonoplasta e performance há 19 anos. Desenvolvem pesquisas e estudos relativos à cultura e modalidades circenses.

Piccolo Circo Teatro de Variedades – (SP)
13/08 (sábado) às 14h
14/08 (domingo) às 11h30 e 15h30
Personagens característicos do circo do começo do século XX realizam os números circenses, a contraregragem e comanda de maquinarias, além de interpretarem as músicas ao vivo. Alguns relatos sobre a história das personagens trazem ao público informações sobre a história do circo, da cultura e dos costumes da época.
Duração: 60 minutos. Recomendado para todas as idades.
Piccolo Circo Teatro de Variedades é um coletivo circense que agrega artistas com diferentes experiências. Erica Stopell, Fernando Paz, Luciana Viacava, Carlos Cosmai, Marina Bombachini e Ronaldo Aguiar trazem seus anseios e experiências profissionais para o projeto. 

Na Esquina – Coletivo na Esquina – (MG)
20/08 (sábado) às 14h
21/08 (domingo) às 11h30 e 15h30
Baseado em umaperformance com malabares, acrobacias, trapézio fixo, mastro chinês e música, o grupo traz ao público uma renovação na forma de fazer circo no Brasil.  Um espetáculo contemporâneo, em que a dança, circo, música e teatro se transformam em um único corpo.
Duração: 60 minutos. Recomendado para crianças a partir de 10 anos.
Formados pelo Spasso Escola Popular de Circo de Belo Horizonte, quatro dos integrantes do Coletivo Na Esquina aprimoraram sua formação profissional na Europa, dois na AcadémieFratellini (Paris) e dois na Escola Superior das Artes do Circo (Bruxelas), onde encontraram Pauline Hachette, a parte francesa da trupe. De volta a capital mineira, criaram um espetáculo como comemoração dessas viagens entre o Brasil e Europa, que é marcado pela espontaneidade do elenco e a diversidade das performances. Do trapézio fixo até a lira, passando pela acrobacia de solo e o mão-a-mão, a Cia Na Esquina rompe a previsibilidade entre o explícito e o intrínseco em um espetáculo que abre-se para as relações entre quem dirige, quem atua e quem assiste.

A Menina e o Sábia – Miló Martins e Grupo Ares -(SP)
27/08 (sábado) às 14h
28/08 (domingo) às 11h30 e 15h30
O espetáculo conta a história de amor e amizade entre uma menina e um sabiá, que ela mantinha preso em uma gaiola para que ele cantasse todos os dias. Um dia, porém, o sabiá vai embora; a menina fica triste, mas entende que o sabiá é livre para se apaixonar pelo perfume de outras flores. 
Duração: 50 minutos. Recomendado para todas as idades.
Criado em janeiro de 2007, o Grupo Ares é um núcleo artístico de pesquisa e criação que tem como principal objetivo buscar a verticalidade em cena por meio dos mais diferentes aparelhos aéreos, unindo-os à dança, ao teatro físico e ao circo contemporâneo para a criação de espetáculos, performances e intervenções. 

GRUPOS AGENDADOS
Oficinas Circenses – Cia Tapias Voadores (SP)
Dias 03, 04, 10, 11, 12, 17 e 18/08 (Quarta a Sexta), às 10h e 14h e dia 05/08 (Sexta) às 10h.
Durante a oficina, em formato de circuito, os participantes terão oportunidade de experimentar diversas modalidades do universo circense, tais como acrobacias, malabares, equilíbrio (bolas de equilíbrio e arame) e aéreos (tecido e lira).
Duração: 2 horasRecomendado para a faixa etária de 7 a 12 anos.
Grupo Tapias Voadores tem como especialidade as Artes Circenses, e desenvolve atividades artísticas, culturais e pedagógicas em diversas linhas de trabalho desde 1995. Seus integrantes são acrobatas, trapezistas e equilibristas com notório saber nessa arte tão encantadora.     
Espetáculos

The following two tabs change content below.

maecomfilhos

Latest posts by maecomfilhos (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *