Acredito que o brincar desenvolva, não o brinquedo

A frase do título poderia ser minha, mas é de Graziella Iacocca, cocriadora do Massacuca, um projeto que defende que qualquer objeto pode virar brinquedo e entreter por horas.Conheci-os no Social Good Brasil, em novembro, em Florianópolis, SC, mas já seguia o blog de Renata e Graziella há tempos.A proposta é pegar materiais disponíveis em qualquer lar e transformá-los em brinquedos que instiguem a curiosidade e imaginação das crianças. As criadoras, que já eram amigas, mas se uniram porque tiveram filhos na mesma época, contam mais:“Descobrimos que possuíamos linhas de pensar muito similares quanto ao que queríamos para nossas crianças. Começamos a trocar ideias e, daí, veio a vontade de fazer o projeto e compartilhar esse aprendizado com outras pessoas”.Esse trabalho vai ao encontro da visão de certa corrente de pensadores, educadores e pais que acreditam que o excesso de bonecos ligados a personagens televisivos ou movidos a pilhas e baterias está prejudicando o desenvolvimento infantil.Sem radicalizar, deixo o assunto para vocês com um convite: – Vamos reunir propostas de atividades que sejam 90% criança e só um pouco de brinquedo e também só um pouco da moderação e orientação dos adultos? 

The following two tabs change content below.

maecomfilhos

Latest posts by maecomfilhos (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *