PARATODOS – O filme sobre alguns dos melhores (para)atletas do mundo. Spoiler: São Brasileiros.

Todos imaginamos como é difícil a rotina de um atleta no
Brasil.
Além de assistirmos inúmeras reportagens nos programas
esportivos, a falta de infraestrutura para quase tudo nos faz imaginar que para
eles não é diferente.
Quantos atletas você conhece? Pelo nome, suas realizações, seu currículo, sua
família? Com certeza num país que respira futebol a maioria deles vai ser desse
esporte.
Imagina então se perguntar da paraolimpíada!?
Você sabia que o Brasil é a 7ª potência mundial no
paradesporto?
Isso mesmo, no paradesporto, temos muitos atletas que se destacam entre os
melhores do mundo e que sempre entram
na disputa por medalhas.
Toda essa introdução foi pra dizer que assisti pelo Mãe com
Filhos a pré-estreia do filme/documentário Paratodos e sai com a sensação de
que ele é um filme necessário para todos (com o perdão do trocadilho).

Fui com as expectativas bem baixas assistir o filme, confesso. Apesar do tema
me interessar demais como ex-atleta e deficiente, a maioria das reportagens/documentários
 que envolvem pessoas com deficiencia
sempre esbarram na hipervalorização da superação e eu, pessoalmente, não gosto
nem um pouco desse tipo de narrativa.

Mas nos primeiros minutos de filme eu já fui as lágrimas. Rever a prova do
Alan Fonteles nas Olimpíadas me trouxe novamente a sensação de quando vi pela
primeira vez.
Pra quem não sabe, Alan superou Pistorius na prova de 200m da
Olimpíada de Londres, ficando com a medalha de ouro, numa prova que já era dada
como vencida pelo Sul Africano.


Olha, mesmo eu sendo muito ligada a esporte em geral, confesso com bastante
vergonha que pouco conhecia da trajetória dos atletas que tiveram suas vidas
registradas nos 4 anos em que o diretor Marcelo Mesquita (Cidade Cinza) acompanhou
seu dia a dia.
Atletismo, Futebol de Cinco, Canoagem e Natação. Todos
desvendados  através de nosso atletas que
se destacam como Terezina Guilhermina, a mulher cega mais rápida do mundo,
Fernando Fernades conhecido no Brasil através do BBB e que é tri-campeão
mundial de Canoagem, Daniel dias, que ganhou nada menos que 9 medalhas nas
Olimpiadas de Pequim, além da seleção de Futebol de cinco, Campeã mundial de
2014 (bem diferente de outras seleções rs) entre outros.
O filme conta a trajetória desses atletas dentro do esporte, suas vidas, suas
dificuldades mas mais do que isso o filme mostra que além de atletas, eles também
são  humanos.

 Paradesporto é auto rendimento, é treino pesado e o filme também. Além das
histórias fascinantes, engraçadas, com barreiras e desafios mostrados de uma forma empolgante, tem uma fotografia incrível. E se você não gosta de
documentários, não precisa se preocupar: esse passa longe de ser cansativo.

Eu como deficiente e principalmente como ex-atleta fiquei especialmente emocionada, mas tenho certeza que a história vai encantar a todos

Hoje é a pré-estreia para o púbico e numa ação inédita todas
as salas que exibirem o filme contarão com um embaixador: um paratleta que
irá representar o Brasil nas Olimpíadas. Além disso o ingresso é meio entrada.
Confira os cinemas participantes na página do filme no Facebook: https://www.facebook.com/paratodosofilme

O filme estreia em circuito Nacional no dia 23/06.

Eu não perderia: O filme é um ótimo aquecimento pras Olimpíadas e Paraolimpíadas, uma história que te
faz pensar, conhecer os atletas e entender que ser deficiente é só um detalhe,
quando se tem vontade de vencer.
Trailer

Importante! O filme tem um app para tornar acessivel todas as sessões com libras, áudio descrição e legendas.

The following two tabs change content below.

maecomfilhos

Latest posts by maecomfilhos (see all)

Comments

comments

One Reply to “PARATODOS – O filme sobre alguns dos melhores (para)atletas do mundo. Spoiler: São Brasileiros.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *