Dicas para as “mãetoristas” economizarem combustível

Uma coisa que eu sempre dizia antes de ter filhos é que não queria ser “mãetorista”. 
Não sou, efetivamente meus filhos adolescentes andam para cima e para baixo no nosso bairro a pé ou de transporte público e a pequena não tem mil compromissos ainda. Mas quando eles estavam naquela idade intermediaria (pré-adolescência) em que começam as aulas extras e ainda falta autonomia, eu bem que os levava de lá para cá. Meu marido trabalhava muito e quem assumia as idas ao clube, à escola, à casa dos amigos, ao shopping, era eu. 
Aprendi pra caramba sobre carros nesta fase, pois, para não sobrecarregar o Gui, que tinha pouco tempo de descanso, eu fazia tudo, do posto ao mecânico. E felizmente teve pouco mecânico porque eu aprendi com meu pai a cuidar de detalhes do carro – quando eu tirei carteira de motorista ele saiu comigo, foi ao posto e me deu uma aula pratica de como me portar e do que fazer! 
Mas nem todo mundo tem esta sorte né?
Por isso deixo aqui umas dicas simples que recebi por e-mail da Ford. Isso, a foto do carro aí veio junto, não é meu carro atual (tenho um Nissan Versa), mas eu já estive com um Ecosport por alguns dias e gostei muito, está na lista dos carros que eu teria (se o bagageiro fosse adequado para familia com 3 filhos!). 

Então é isso, algumas atitudes simples podem ajudar a economizar combustível, além de aumentar a vida útil dos componentes do motor do carro – e, consequentemente, fazem o motorista gastar menos dinheiro.

O chefe de engenharia da Ford América do Sul, João Filho, deixou algumas dicas:

– Engana-se quem pensa que andar com combustível na reserva faz o carro gastar menos! Pelo contrário – essa atitude pode prejudicar o funcionamento do veículo. Ao manter um nível baixo de combustível, qualquer impureza presente no fundo do tanque pode ser transportada para os bicos injetores, podendo entupí-los e causando falhas no motor.
– Para evitar essas falhas, o ideal é deixar o tanque cheio ou, no máximo, na metade de sua capacidade. Além de não transportar as impurezas aos bicos injetores, essa prática concentra um menor volume de ar no reservatório, o que evita a evaporação do combustível.
– Em veículos com injeção eletrônica, a gasolina ou o álcool também são responsáveis por refrigerar a bomba de combustível. Quando há um nível baixo de combustível, a refrigeração pode ser reduzida, causando a danificação da bomba. Caso o equipamento pife, o carro não volta a funcionar até que o item seja substituído.


E você, tem dicas também? Conte pra gente!
The following two tabs change content below.

maecomfilhos

Latest posts by maecomfilhos (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *