Roupas e fraldas com fator de proteção UV

Há algum tempo as roupas com fator de proteção solar passaram a fazer parte das nossas vidas e morando em cidade praiana, acostumamos a usar camisas/camisetas nas crianças sempre que vamos à praia ou piscina. 
Com os bebês a tendência é a mesma, embora nem sempre tenhamos bons itens à mão. Eu usei muito as fraldas descartáveis comuns no mercado farmacêutico para que meus meninos aproveitassem a piscina (a partir dos 8 meses +-) mas as camisetas em comprava de fora. #Carters e marcas parecidas eram minha preferência. Essa fase passou pra nós, porém agora descobri uma marca aqui de Niterói que oferece roupas pra toda a família e fraldinhas de pano reutilizáveis com FPU 50+ ☀️ e fiquei muito animada pelas outras mães. A @ecobabiesbr_ tem uma variedade legal de estampas que contemplam meninos e meninas e tanto eu como as amigas estamos usando e curtindo. 
Outra marca, talvez mais conhecida do grande público, é a UVLine e esta, com lojas no Rio e Niterói, traz uma gama bem variada de produtos com fator de proteção solar que, se a tentação permitisse, povoariam nossos armários. 
Chapéus, viseiras, bonés, maiôs, vestidos, camisetas e outros itens são feitos com tecidos especiais que realmente protegem a pele da radiação. 
“Esses tecidos têm na sua tecelagem o acréscimo de produtos fotoprotetores, e, até onde temos nós conhecemos, são realmente eficientes”, relata a coordenadora da Campanha Nacional de Prevenção do Câncer de Pele, da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Dra Selma Cernea. 
Segundo a indústria, existem basicamente dois tipos de tecidos que oferecem a proteção UV. Um deles possui a proteção em sua própria estrutura, por ser feito com fios especiais à base de dióxido de titânio. O outro tipo é um tecido comum, que recebe um aditivo que funciona como absorvedor de raios UV. Em alguns casos, a proteção do segundo tipo pode durar um número determinado de lavagens.

O fator de proteção é determinado pelo FPU (Fator de Proteção Ultravioleta), classificação certificada pela Agência Australiana de Proteção à Radiação e Segurança Nuclear (Arpansa). A Austrália é pioneira nas roupas com proteção UV devido a alta incidência de radiação em seu território e a pele clara da população.

Aqui entre nós, acredito que a exposição ao sol nunca deve ser proibida, já que as atividades ao ar livre nos trazem muitos benefícios como vitamina D, a sensação de bem estar e em geral, a socialização que os encontros externos motivam, mas realmente vale ficar atento ao “poder” do sol e ao excesso de exposição. Com bom senso e cuidados, lazer e exercícios serão sempre uma ótima pedida! 😉
E fica a ressalva: nenhum produto, sozinho, é uma “barreira total” contra a radiação. O uso de roupas UV deve acompanhar outros cuidados, como uso de filtro solar, chapéu e óculos escuros (principalmente quem tem olhos claros). 
Fica a dica! E isso não é um publieditorial 😉
Se quiserem saber mais, tem sites: 
http://www.uvline.com.br
http://www.ecobabies.com.br 
Fonte: Portal Uol 
(Por @TiffanyStica, mãe do @guri_feliz #aos8 e @guri_valente #aos3) 
The following two tabs change content below.

maecomfilhos

Latest posts by maecomfilhos (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *