Comentários importantes do Prof Lancha Jr sobre Lactose, lactação e osteoporose em intolerantes à lactose

Eu cumpro a regra dos asiáticos: herdei do meu pai, que é nissei, a intolerância à lactose. E para a lactação da minha filha mais nova, #aos40, fiz dieta especial para reposição de cálcio com uma nutricionista para evitar a (quase) osteopenine que tive #aos30 ao emendar as duas primeiras gestações e lactação. 
E também me preocupa o crescente número de mulheres cortando derivados de leite da dieta sem terem um diagnóstico e sem qualquer acompanhamento nutricional.

Mas vejam o que nos conta o Prof Lancha Junior sobre um novo estudo coreano:

Recentemente estava preparando material para um seminário e encontrei um artigo interessante publicado com base nos dados do instituto nacional de saúde da Korea.Neste artigo os autores associam o período prolongado de lactação com a maior probabilidade de desenvolvimento de osteopenia/osteoporose em mulheres após a menopausa.Os asiáticos são apontados como parte da população mundial com maior prevalência de intolerância à lactose. No Brasil existe uma crescente onda de redução da ingestão de produtos contendo lactose (dissacarídeo presente no leite e derivados) em pessoas que não foram efetivamente avaliadas quanto a sua capacidade de digestão desse dissacarídeo (essa forma efetiva de avaliação foi apresentada aqui discutindo o artigo publicado no United European Gastroenterology Journal, o que transforma pessoas sem privação qualquer a restritos no consumo de derivados do leite.A lactação exclusiva por seis meses representa uma conquista da sociedade e a forma de garantir o estado nutricional de referência ao lactente. Já a adoção de padrões alimentares equivocados, que privam a ingestão do principal alimento fornecedor de cálcio para as lactantes como o leite e seus derivados, pode transformar as mães que amamentam vítimas  do desequilíbrio entre a saída de cálcio pela lactação e entrada de cálcio pela alimentação. Assim a adoção de alimentação que provenha cálcio para a lactante associada à lactação exclusiva até os seis meses no mínimo, são premissas importantes para a saúde  materna incluindo prevenindo osteoporose após a menopausa. 
 
www.lanchajr.com.br
Saiba mais sobre aleitamento materno no Amamentar é natural www.facebook.com/amamentarenatural 🙂 #aleitamos #euamamento #amamentacao #aleitamentomaterno 
The following two tabs change content below.

maecomfilhos

Latest posts by maecomfilhos (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *