As crianças brasileiras são as melhores negociadoras #streamteam

Hoje o Netflix divulgou uma pesquisa conduzida pela Ipsos Public Affairs para entre os dias 2 e 23 de setembro de 2015. 
No estudo, uma amostragem de 7.277 pais com filhos entre 2 e 10 anos de idade nos Estados Unidos, Reino Unido, França, Canadá, Austrália, Brasil e México foram entrevistados online, incluindo 7.087 dos participantes que disseram ser responsáveis por colocá-los na cama ao menos algumas vezes. 
A precisão das pesquisas online do Ipsos é medida por um intervalo de credibilidade. Nesse caso, o estudo tem um intervalo de credibilidade de mais ou menos 1,3% para todos os pais. 
Cada região tem suas peculiaridades: – As crianças brasileiras são as melhores negociadoras: pais no Brasil tendem a dizer que as táticas dos pequenos funcionam com frequência (52% x 44% da média global) e as crianças do país são as que mais usam o famoso  “só mais cinco minutinhos” na negociação (51% x 42% globalmente) – As crianças no México dizem as coisas mais diferentes: pais são significativamente mais propensos a dizer que deixam seus filhos ficaram acordados até mais tarde graças a suas táticas fofas (60% x 41% globalmente). – Mães e pais no Reino Unido subornam seus filhos para irem para a cama: apesar de serem relutantes na hora de admitir, um terço dos pais na Grã-Bretanha diz que uma das formas mais rápidas de colocar as crianças na cama é o suborno (33% x 28 globalmente); sendo a oportunidade de ficarem acordadas até mais tarde aos finais de semana (30% x 29%) e guloseimas (21% x 18%) as táticas mais utilizadas.

 – Pais australianos são os que menos cedem no horário de ir para a cama: eles afirmaram ser os que menos fazem acordos na hora de dormir (26% x 21%, globalmente). – Aviso às crianças canadenses – não tentem nada fofo: os pais no Canadá são os que mais tendem a discordar que as táticas de seus filhos são tão meigas ou inteligentes que eles atrasariam a hora de ir deitar (61% discordam x 51 globalmente). – Coloca-los na cama é um sonho na França:eles não apenas são o país número um em que as crianças vão dormir no horário certo (5,1 dias por semana na França, contra 4.8 dias por semana no resto do mundo), mas os pais também gastam o menor tempo colocando-as na cama (12,3 minutos x. 17,5 globalmente). – Os EUA são o maior campo de “batalha” na hora de colocar a garotada para dormir: as crianças americanas são as que mais usam estratégias criativas (66% x 61% da média global) e seus pais são os que mais demoram para conseguir coloca-las na cama (19,3 minutos x 17,5 minutos globalmente).

The following two tabs change content below.

maecomfilhos

Latest posts by maecomfilhos (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *