A primeira ida do #mininerd ao oftalmologista

Em meados de outubro, levei meu #mininerd ao oftalmologista pela primeira vez.
Nos dias que antecederam a consulta, a ansiedade do pequeno foi imensa, pois queria a qualquer custo poder usar óculos (como a mãe míope rs).
Felizmente o diagnóstico foi: vista 100% normal e perfeita.
A consulta consistiu basicamente em ver o quadro com a repetição da letra “E” em diferentes posições e tamanhos e no quadro de daltonismo.
Tudo normal, para tristeza do pequeno (o óculos fica pra próxima!)
Exame do “E”

Placas para identificar daltonismo
Na mesma semana, a Sam recebeu um release das Óticas Carol sobre seu novo projeto, o Pequenos Olhares.
“Nós do @maecomfilhos também acreditamos que toda criança tem o direito de enxergar um mundo mais bonito. Por isso gostamos muito do kit das @oticascarol contando do projeto#pequenosolhares
“Dados do Conselho Brasileiro de Oftalmologia e Sociedade Brasileira de Oftalmologia estimam que 8 em cada 10 alunos em idade pré-escolar nunca fizeram exames de vista e que 30% das crianças em idade escolar tem algum problema de visão.” A rede de lojas lançou neste mês de outubro o que chama de missão social e que objetiva dar acesso à boa visão a todas as crianças do ensino público brasileiro.
Por meio do Pequenos Olhares, a rede disponibilizará um óculos (como esse modelo da foto) carinhosamente chamado de Carolzito. O diferencial é que armação e lentes custarão apenas 10 x R$ 4,90 ou R$49,90 à vista. Para de ter noção, a média de um produto similar, custa entre R$150 e R$200. (eu,@samegui, paguei 200 nos primeiros óculos do meu filho mais velho, isso há 8 anos!)
Qualquer consumidor com filhos que estudam em escolas ou instituições públicas, pode adquirir o produto em lojas da rede. Em um primeiro momento, a venda do #Carolzito acontecerá em vinte lojas da rede de nove Estados brasileiros, nas cidades de: São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (BH), Rio Claro (SP), Sertãozinho (SP), Santo André (SP), Juiz de Fora (MG), Florianópolis (SC), Curitiba (PR), Campo Grande (MS), Brasília (DF), Belém PA), Porto Velho (RO), Campinas (SP) e Porto Alegre (RS). A expectativa é de atender mais de 4 mil crianças com o produto até março de 2016.
#acaosocial #maecomfilhos www.maecomfilhos.blog.br fb.com/maecomfilhos (por @samegui com @tiffanystica).”
Isso me fez lembrar a primeira vez que fiz o exame do “E”, ainda na escola. Acho que tinha uns 7 ou 8 anos e foi um mutirão para todas as crianças da escola (todas de 1ª a 4ª série).
E isso também me fez pensar no quanto o acesso mais fácil à informação nos faz uma geração mais atenta que a de nossos pais (por exemplo: eu não me lembro de nenhuma consulta anual com pediatra na minha infância, diferente do meu filho, que vai ao menos uma vez por ano ao médico).

Como consequência, uma consulta “de rotina” pode identificar algum problema com antecedência e ajudar a medicar/cuidar antes, o que pode tornar o tratamento mais rápido para a criança. 😉
The following two tabs change content below.

maecomfilhos

Latest posts by maecomfilhos (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *