Maracatu, oficina de adereços, ‘umbigada’ no Carnaval do Espaço da Leitura do Parque da Água Branca

O Espaço de Leitura, projeto do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo (FUSSESP), apresenta sua programação especial para o mês do Carnaval. A festa vai celebrar os ritmos tradicionais da cultura afro-brasileira como Maracatu, Jongo, Cacuriá, Samba de Roda, Tambor de Crioula, Ciranda, Batuque de Umbigada, Bumba-meu-boi e Cortejos.

A programação especial festeja os ritmos tradicionais da cultura afro-brasileira com apresentações de dança, música, cortejo e ciranda durante o mês de fevereiro. Atividades educativas para os pequenos incluem oficina de confecção de adereços e fantasias. Na terça-feira de Carnaval (17), a matinê será ao som da Banda Chiquita Margarida, para os pequenos e os grandinhos caírem na folia do Bailinho de Carnaval do Espaço de Leitura. As atividades para toda a família são gratuitas e acontecem no Parque da Água Branca.

  • Sábado, 31 de janeiro as 15h. TAMBOR DE CRIOULA. Com Tambor de Crioula Flor d’Aroeira. O Tambor de Crioula é uma forma de expressão de matriz afro-brasileira que envolve dança circular, canto e percussão de tambores. O Grupo Tambor de Crioula Flor d’Areira, concebido e supervisionado pelo Mestre Negreiros Xavier e coordenado pelos seus discípulos, apresenta os tambores e seus diversos toques e afinações, bem como a história e as danças dessa tradição.
  • Domingo, 1º de fevereiro as 15h.  SAMBAS DO MAR. Com Dedinho de Pimenta. Em homenagem ao dia de Iemanjá, o grupo Dedinho de Pimenta apresenta canções relacionadas ao mar. Liderado pelo antropólogo Pedro Alfazema e pela cantora e pesquisadora musical Tatiana Molon, o grupo pesquisa a cultura tradicional e traz um repertório que vai de sambas clássicos a músicas de terreiro, carregando a energia dos ritos ancestrais para o fortalecimento de uma identidade brasileira diante das novas gerações.
  • Sábado, 7 de fevereiro as 15h. COCO CAROÇO E FORRÓ MARANHENSE. Com Grupo Sarrabulho. O grupo formado por maranhenses apresenta um repertório que convida o público a dançar e conhecer um pouco mais da cultura desse povo festivo e cheio de alegria do Maranhão. No repertório apresentam além de Coco e Forró, ritmos como Cacuriá e o Bumba-meu-boi.
  • Domingo, 8 de fevereiro as 15h. Apresentação de música e dança. BATUQUE DE UMBIGADA. Com Grupo Sambaqui. O Batuque de Umbigada, dança originária da África trazida ao Brasil pelos escravos durante o período colonial, é uma manifestação transmitida por gerações. Trata-se de uma dança que festeja a fertilidade: o elemento principal da coreografia é a “umbigada”, quando o ventre da mulher bate à altura do ventre do homem. O Grupo Sambaqui é um coletivo de São Paulo que trabalha pela pesquisa, manutenção e divulgação da cultura afro-paulista e mantém contato intenso com os mestres tradicionais em suas comunidades e no terreiro Sambaqui.
  • Sábado, 14 de fevereiro as 15h. Cortejo de música e dança. ARRASTÃO DE MARACATU. Com Balé Popular Cordão da Terra. O Maracatu de Baque Virado é uma manifestação da cultura popular brasileira de origem africana. Surgiu, provavelmente, entre os séculos XVII e XVIII, onde hoje é o Estado de Pernambuco, principalmente nas cidades de Recife, Olinda e Igarassu. O Balé Popular Cordão da Terra abre os festejos de Carnaval com um cortejo repleto de toadas autorais, além de homenagear grandes mestres pernambucanos.
  • Domingo, 15 de fevereiro as 15h. Apresentação musical e ciranda. RITMOS PARA DANÇAR. Com Balé Popular Cordão da Terra. No domingo de Carnaval, o Balé Popular Cordão da Terra traz para o Parque da Água Branca o espetáculo “Ritmos para dançar”. Um mosaico de ritmos onde o objetivo é fazer o público dançar, brincar, cantar e se divertir ao som de ritmos como o carimbó, o cacuriá, a ciranda e muito mais.
  • Terça, 17 de fevereiro as 13h. OFICINA DE CONFECÇÃO DE ADEREÇOS. Com equipe de educadores do Espaço de Leitura. Todo folião adora uma fantasia. Pensando nisso, os educadores do Espaço de Leitura propõe uma atividade de confecção de adereços para embalar a matinê, que acontecerá logo em seguida, às 15h. Uma oficina para os pequenos criarem suas fantasias e esquentarem os tamborins para o Bailinho de Carnaval do Espaço de Leitura.
  • Terça, 17 de fevereiro as 15h. BAILINHO DE CARNAVAL DO ESPAÇO DE LEITURA. Com Banda Chiquita Margarida. A criançada já tem lugar certo para fazer a festa na terça-feira de Carnaval! O Espaço de Leitura promove um baile onde os foliões mirins poderão brincar, dançar, pular e curtir à vontade. O Bailinho acontecerá na área do Espaço de Leitura com toda a segurança e conforto que a garotada precisa – e, mais cedo, às 13h, a oficina de adereços com a equipe de educadores já inicia as atividades. Caia na dança!
  • Sábado, 21 de fevereiro as 15h. Cortejo de música e dança. CORTEJO DE AFOXÉ E SAMBA REGGAE. Com Grupo Cangarussu. Dona de muitos desdobramentos sonoros e de forte tradição musical, a Bahia influencia e contagia a música mundial com ritmos que celebram a negritude brasileira, como o Afoxé e o Samba-reggae. Afoxé é um cortejo que tradicionalmente sai às ruas durante o Carnaval de cidades como Salvador, Fortaleza, Rio de Janeiro e São Paulo e apresenta elementos ligados à religiosidade dos africanos no Brasil. O Samba-reggae é, ao mesmo tempo, um estilo de música e dança que nasceu da fusão do samba tradicional com os ritmos africanos e jamaicanos.
  • Domingo, 22 de fevereiro as 15h.  Roda de música. JONGO com om Grupo Parapanema. O Grupo Paranapanema, de São Paulo, reverencia a música brasileira e sua diversidade, em suas variadas formas de expressão. O samba é apresentado com muita força, junto ao jongo, ao samba de bumbo, a congada, dentre outros ritmos. A rica diversidade brasileira, com todas as suas múltiplas influências é um trabalho ao qual o Paranapanema se devota com maestria e criatividade. No Jongo, quando o público estiver reunido em roda, o grupo inicia a apresentação da dança de terreiro e os espectadores são convidados a experimentar e brincar na roda.
  • Sábado, 28 de fevereiro as 15h. Cortejo de música e dança AS AVENTURAS DO BOI PRETO com Balé Popular Cordão da Terra. O Balé Popular Cordão da Terra traz uma figura ilustre do universo da cultura maranhense e do nosso folclore: o boi. Presente em várias manifestações de norte a sul do Brasil, o boi sem dúvida é uma das grandes estrelas de nossa cultura. O cortejo do boi de matraca convida o público a participar cantando e dançando junto com o batalhão e as figuras encantadas do Balé.
  • Domingo, 1° de março as 15h. Cortejo de música e dança CORTEJO AFRO com Grupo Cangarussu.  O Grupo Cangarussu traz em seu repertório elementos variados da musicalidade brasileira, latina e africana. Partindo dessas influências e das diversas reverberações contemporâneas da cultura africana, o grupo propõe o Cortejo Afro, um contagiante encontro entre a percussão brasileira, africana e a gestualidade dos terreiros e afoxés da dança afro.

O Espa ço de Leitura é uma ação sociocultural e educativa do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo, sediada no Parque da Água Branca, zona oeste da capital, que oferece aos cidadãos, em especial crianças, acesso à leitura e, principalmente, proporciona o prazer da leitura por meio da oralidade, da escrita, da observação e da interpretação. Aos finais de semana o projeto ainda oferece apresentações especiais e gratuitas para toda a população.

Fica no Parque da Água Branca. Rua Ministro Godói, 180 – Perdizes, São Paulo, SP. Tel.: 11 2588-5918  www.facebook.com/espacode.leitura.

The following two tabs change content below.

maecomfilhos

Latest posts by maecomfilhos (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *